• Últimas Notícias

    terça-feira, 11 de agosto de 2020

    Mulher é sequestrada e ladrão reclama de ‘mixaria’ em conta bancária

    Uma mulher de 32 anos viveu momentos de terror após ser sequestrada, nessa segunda-feira (10), no bairro Céu Azul, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte. Não satisfeito, o bandido ainda reclamou do valor na conta bancária da vítima. 

    Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a mulher contou que trafegava pela rua Antônio José dos Santos quando, próximo ao shopping da área, parou em um semáforo. 

    Nesse momento, o criminoso apareceu, enfiou a mão pela janela do motorista e desligou o veículo. Em seguida, entrou na parte de trás, colocou uma faca na cintura da mulher e ordenou que ela seguisse para uma Caixa Econômica Federal. 

    Ao passar perto da ocupação Dandara, ela foi amordaçada, amarrada e colocada no porta-malas. O homem assumiu a direção do carro e empurrou o banco para trás para que a mulher não visse o caminho. 

    Ainda de acordo com a vítima, o ladrão disse que tinha um comparsa em outro veículo. Ele parou o carro, pegou um cartão da vítima e pediu a senha. A motorista acredita que ele tenha ido a um caixa 24 horas. 

    Ao voltar, o bandido disse: “Consegui retirar uma mixaria. Você não tem outro cartão?”

    Diante da negativa da vítima, o homem afirmou: “Vou te arrebentar, sua pu... Você nunca mais vai ver seu filho”. 

    O homem dirigiu por mais um tempo e depois abandonou a vítima, que conseguiu tirar a mordaça e pedir ajuda a militares que passavam pela BR–040, já na altura de Ribeirão das Neves, na Grande BH, por volta das 13h16.

    Durante o registro da ocorrência, policiais descobriram que o carro foi deixado na avenida Denise Cristina da Rocha, na mesma cidade. O bandido e o comparsa não foram localizados. 

    A mulher não ficou ferida e constatou que o bandido sacou R$ 500 da conta dela. O caso foi registrado na 2ª DP de Venda Nova.

    O Tempo

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.