• Últimas Notícias

    quarta-feira, 20 de novembro de 2019

    TRE-RN encaminha ao TSE pedido de revisão eleitoral para quatro municípios do RN

    O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte decidiu encaminhar para decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o pedido de revisão eleitoral para os municípios de Lagoa Salgada, Lagoa de Pedras, Brejinho e Monte Alegre.

    A solicitação foi feita pela juíza eleitoral a 44ª ZE, em consonância com a manifestação da Procuradoria Regional Eleitoral. O voto do relator, juiz Geraldo Mota, seguido à unanimidade pelos membros da Corte, considerou suposta distorção no número de eleitores.

    Conforme certidão lavrada pelo Chefe do Cartório Eleitoral da 44ª Zona, os municípios de Brejinho, Lagoa de Pedras e Lagoa Salgada apresentam um eleitorado superior a sessenta e cinco por cento da população projetada para aquele ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.

    A determinação da revisão do eleitorado das Zonas Eleitorais é de competência do Egrégio Tribunal Superior Eleitoral, cabendo ao Tribunal Regional Eleitoral tão somente indicar àquele Tribunal os municípios prioritários para realização da revisão, desde que tenham sido preenchidos os requisitos legais.

    BREJINHO – População 12.699 (eleitorado 9.523 (74,99%);
    LAGOA DE PEDRAS – população 7.544 (eleitorado 6.545 (86,75%)
    LAGOA SALGADA – população 8.245 (eleitorado – 8.557 (104,99%)
    MONTE ALEGRE – população 22.451 ( eleitorado 16.178 ( 72,05)

    Dobra o número de casos de raiva no RN e Sesap alerta sobre importância da prevenção

    Até o dia 1º de novembro deste ano, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP), por meio da Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (SUVAM), confirmou 77 casos de raiva animal no Rio Grande do Norte, sendo 67 morcegos, cinco raposas, dois bois, uma égua e dois cães. O número é o dobro do registrado no estado durante todo o ano de 2018. Segundo a Sesap, foram registrados 35 morcegos positivos para a raiva.

    A pasta esclarece que 26 municípios potiguares registraram casos nos dez primeiros meses do ano, entre os quais se destacam, por maior ocorrência, Santo Antônio (12), Caicó (12), Parnamirim (9), São Tomé (7) e Macaíba (6).

    Diante desse quadro, a Sesap reforça as orientações à população de todo o Rio Grande do Norte para que mantenha os cuidados a fim de evitar acidentes com animais que possam transmitir a raiva, já que o abastecimento do soro antirrábico dos estados, por parte do Ministério da Saúde, só deverá ser regularizado a partir de janeiro de 2020.