• Últimas Notícias

    segunda-feira, 14 de outubro de 2019

    Governo adianta primeira parcela do pagamento de outubro nesta terça-feira (15)

    O Governo do Estado inicia o pagamento de outubro com o depósito de pouco mais de R$ 204 milhões na conta de mais de 90 mil servidores do funcionalismo estadual nesta terça-feira (15). A segunda parcela do pagamento será depositada também dentro do mês trabalhado, no próximo dia 30 de outubro.

    Os R$ 204.192.666,68 milhões injetados na economia potiguar nesta terça correspondem ao salário de quem recebe até R$ 3 mil (valor bruto) e 30% do salário dos servidores que ganham acima desse valor, além do pagamento integral à categoria da Segurança Pública.

    No próximo dia 30 recebem o salário integral os servidores das pastas com recursos próprios e da Educação, além dos 70% restantes de quem ganha acima de R$ 3 mil, concluindo a folha de R$ 494.617.230,58 milhões do mês de outubro. Todas essas datas são válidas para ativos, inativos e pensionistas.

    A data de pagamento para os meses de novembro e dezembro também respeitarão duas datas, no meio e no fim do mês. A parcela para receber integral na metade do mês aumentará de R$ 3 mil para R$ 4 mil. E a segunda para quem recebe acima desse valor será depositada no dia 30 de novembro e no dia 27 de dezembro.

    O pagamento do 13º salário está garantido até o fim do ano, em data ainda a ser definida. E o Governo segue trabalhando para obter recursos extras e amortizar as três folhas em atraso, deixadas pelo governo anterior.

    TSE planeja usar app e-Título para validar impressões digitais de eleitores

    Para facilitar o processo de validação de impressão digital dos eleitores, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está estudando a possibilidade do uso do aplicativo e-Título para fazer a biometria.

    O objetivo do projeto é transformar o app em uma plataforma mais completa de impressões digitais, visto que já é capaz de oferecer a certidão do cidadão para a quitação eleitoral. O cadastramento, no entanto, continuaria sendo feito presencialmente em um posto de atendimento oficial ou cartório.

    Ainda não há uma previsão para o andamento do projeto de validação das impressões digitais no e-Título, nem quando ele será colocado em prática.

    O aplicativo foi lançado em 2017 para Android e iOS como uma substituição à certidão de papel, reduzindo custos da Justiça Eleitoral com a emissão de segundas vias de documentos, ou ainda com a compra de equipamentos e impressoras. O e-Título exibe ao cidadão informações de sua situação cadastral, bem como dados da zona e seção eleitoral.

    Fonte: TSE