• Últimas Notícias

    terça-feira, 4 de junho de 2019

    Secretário afirma que RN está preparado para inibir ataque de facção

    Diante da ameaça de um ataque da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) no Rio Grande do Norte, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo, veio a público tranquilizar a população. De acordo com ele, as forças de segurança estão preparadas para inibir qualquer ação criminosa.

    O núcleo de inteligência da Polícia Federal informou a segurança pública do RN sobre uma ameaça de “salve” do PCC nos presídios e nas ruas a partir da terça-feira (4). Segundo o coronel Araújo, desde então a secretaria redobrou os cuidados na penitenciárias e nas ruas, aumentando as rondas e mobilizando o efetivo.

    Coronel Araújo afirma também que não pode detalhar as ações a serem tomadas pela secretaria, mas que os setores de inteligência e de patrulha estão unidos para o que for necessário. Além disso, ele revelou ter se reunido com o secretário de Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, para garantir a estabilidade nos presídios.

    Com informações do  Portal Op9 RN

    Base da PM é incendiada na zona Norte de Natal

    Uma base desativada da Polícia Militar, no conjunto Parque dos Coqueiros, na zona Norte de Natal, foi incendiada na madrugada desta terça-feira (4). A PM e Corpo de Bombeiros foram acionados para controlar as chamas.

    Segundo a polícia, os suspeitos colocaram pneus dentro da base e colocaram fogo. A PM fez buscas, mas ninguém foi localizado.

    De acordo com a PM, o caso foi isolado e não tem relação com o alerta feito pela Polícia Federal sobre possíveis ataques orquestrados por uma facção criminosa.

    Portal no ar

    Estudantes podem se inscrever no Sisu a partir desta terça-feira

    Começam hoje (4) as inscrições para a segunda edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) deste ano. Ao todo, serão ofertadas 59.028 vagas em 76 instituições públicas de ensino em todo o país. As inscrições podem ser feitas até sexta-feira (7), na página do programa.

    Podem participar do Sisu os estudantes que fizeram prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018 e obtiveram nota na redação acima de zero.

    O resultado da chamada regular será divulgado no próximo dia 10. As matrículas devem ser realizadas de 12 a 17 de junho. Aqueles que não forem selecionados poderão participar da lista de espera de 11 a 17 de junho. A convocação desses estudantes ocorrerá após o dia 19 deste mês.

    O candidato do Sisu pode solicitar até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as suas opções em instituição de educação superior participante, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência.

    Nota de corte

    Edital não pode impedir regras legais para promoção de praças da PM

    Um policial militar ganhou o direito de prosseguir no Curso de Formação de Sargentos, após a comprovação de que tinha um exame de saúde válido até janeiro de 2019, o que anula a inspeção realizada em 2018 e permite a sua continuidade na avaliação das promoções. A decisão se relaciona ao Mandado de Segurança, sob a relatoria do desembargador Gilson Barbosa, que determina, desta forma, o afastamento das exigências contidas nos incisos I e II do artigo 3º do Decreto Estadual nº 27.404/2017, relacionadas aos critérios de participação na capacitação.

    Segundo o MS, o PM relata que foi convocado para participar do Curso de Formação de Sargentos (2018.1), de acordo com a Portaria nº 039/2018-DP/5, publicada em 28 de junho 2018 e que publicou o resultado da inspeção de saúde, na qual foi considerado “inapto”. Ainda de acordo com o Mandado, o participante se dirigiu à Diretoria de Saúde da PM/RN a fim de “sanar o equívoco”, ocasião em que obteve um comprovante emitido pelo médico do quadro oficial da polícia militar, garantindo a aptidão para realizar o CFS.

    “Em observância ao dispositivo, verifica-se que não existe qualquer referência à realização de exame de saúde e de teste de condicionamento físico como critérios eliminatórios”, destaca o desembargador, ao ressaltar que não há a previsão de critérios impeditivos de que o militar se inscreva e participe do CFS.