• Últimas Notícias

    sexta-feira, 10 de maio de 2019

    Natal tem média diária de 19 carros roubados nos primeiros quatro meses de 2019

    Natal teve uma média de 19 carros e motos roubados por dia nos quatro primeiros meses de 2019. De acordo com a Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov), foram 2.300 veículos roubados ou furtados neste ano entre janeiro e abril. Destes, os policiais conseguiram recuperar 1.246, o que representa 54,17% do total.

    Segundo o delegado Normando Feitosa, que comanda a Deprov, no mesmo período em 2018, foram 2.962 veículos roubados e 1.864 recuperados. Em 2019 foram 662 ocorrências a menos, com uma média diária 20,8% inferior.

    Confira no G1RN

    Pedro Velho: MPRN recomenda exoneração de parentes de vereadores

    O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da Promotoria de Justiça de Pedro Velho, expediu recomendação para que o presidente da Câmara Municipal efetue, em 10 dias, a exoneração de três servidoras ocupantes de cargos comissionados diante da prática de nepotismo. O MPRN ressalta, na recomendação, a impossibilidade da prática de nepotismo cruzado ou simulado.

    De acordo com o documento, o nepotismo é incompatível com o conjunto de normas éticas abraçadas pela sociedade brasileira e pela moralidade administrativa. A recomendação também elenca outras hipóteses que devem ser combatidas pelo legislativo em Pedro Velho. Nele, o MPRN requisita que o recomendado informe sobre ao acatamento das medidas necessárias e remeta cópia dos atos de exoneração.

    Em caso de não acatamento da recomendação ministerial, o Ministério Público informa que adotará as medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive através do ajuizamento da ação civil pública de responsabilização pela prática de ato de improbidade administrativa e reclamação perante o Supremo Tribunal Federal.

    Para ler a recomendação do MPRN na íntegra, clique aqui.

    UFG desenvolve medicamento que reverte overdose de cocaína

    Resultado de imagem para UFG desenvolve medicamento que reverte overdose de cocaína
    Da Agência Brasil

    A Universidade Federal de Goiás (UFG) anunciou o desenvolvimento de uma nanopartícula capaz de capturar a cocaína em circulação na corrente sanguínea e, assim, evitar os efeitos da droga, até mesmo quando consumida em quantidades que causam “overdose” e podem levar à morte.

    A nanopartícula é administrada por meio de medicamento intravenoso. Testes feitos com ratos nos laboratórios do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação em Fármacos, Medicamentos e Cosméticos da UFG, o FarmaTec, indicam a capacidade de captura de até 70% da cocaína no organismo e o retorno quase imediato da pressão arterial e dos batimentos cardíacos ao estado normal.

    “A pressão arterial e os batimentos cardíacos começam a voltar ao normal cerca de dois minutos após a administração da nanopartícula que desenvolvemos”, diz a farmacêutica Sarah Rodrigues Fernandes, em material de divulgação da UFG. Ela é autora da pesquisa, que resultou em sua dissertação de mestrado defendida há três semanas no Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da universidade.

    “Ao capturar a cocaína, a nanopartícula mantém a droga aprisionada em seu interior. Não permite que a droga se difunda pelo cérebro ou outras regiões do organismo. Possibilita, então, que haja tempo para uma terapia de resgate”, explica à Agência Brasil a farmacêutica Eliana Martins Lima, orientadora do trabalho e professora de nanotecnologia aplicada à área farmacêutica.

    A cocaína aprisionada na partícula é retida pelo fígado na passagem da corrente sanguínea e é destruída no metabolismo feito pelo órgão.

    Governadores do Nordeste pedem revisão de bloqueio nas universidades

    Os governadores do Nordeste pediram nesta quinta-feira (9), durante reunião com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, a revisão do contingenciamento de 30% no orçamento das universidades e institutos federais feito nos últimos dias. Eles também reforçaram o pedido para que o governo apresente um projeto de emenda constitucional destinado a prorrogar a validade do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

    "Fizemos um apelo ao presidente no sentido de rever o corte anunciado junto às universidades e institutos federais. Fizemos esse apelo, inclusive, levando em consideração o papel e a presença fundamental que essas universidades e institutos federais têm em todo o Brasil, em especial na Região Nordeste", afirmou a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra.

    "A posição firme dos governadores do Nordeste [é] no sentido de pedir que pudesse haver uma revisão em relação ao corte nas universidades", disse o governador do Piauí, Wellington Dias.

    O Ministério da Educação (MEC) informou esta semana "que o critério utilizado para o bloqueio de dotação orçamentária foi operacional, técnico e isonômico para todas as universidades e institutos". Segundo a pasta, foram bloqueados R$ 7,4 bilhões do total de R$ 23,6 bilhões de despesas não obrigatórias. No total, o orçamento anual do MEC, incluindo gastos obrigatórios, é R$ 149 bilhões.

    "O bloqueio preventivo incide sobre os recursos do segundo semestre para que nenhuma obra ou ação seja conduzida sem que haja previsão real de disponibilidade financeira para que sejam concluídas", informou o MEC.

    Fundeb

    No caso do Fundeb, a preocupação é com o seu encerramento em 2020. O fundo é um conjunto de um conjunto de 27 contas estaduais que serve como mecanismo de arrecadação e redistribuição de recursos destinados à educação básica. No ano passado, o Fundeb realocou cerca de R$ 148 bilhões em recursos, usados para pagamento de salários e manutenção de creches e escolas.

    Para Fátima Bezerra, o debate sobre o assunto é urgente. "Colocamos, portanto, para ele, a proposta dos governadores de todo o Brasil, que é uma emenda à constituição para tornar o Fundeb uma política permanente e, ao mesmo tempo, ampliar a participação financeira da União junto aos estados e municípios", ela acrescentou. A governadora propôs o aumento da participação da União de forma progressiva até chegar a 40% do total dos fundos. No primeiro ano, a União aumentaria o percentual de 10% para 20%, sendo 2 pontos percentuais anos seguintes, até atingir o percentual de 40%.

    Além de Fátima Bezerra e Wellington Dias, participaram da reunião os governadores Flávio Dino (Maranhão), Renan Filho (Alagoas), João Azevedo (Paraíba), Camilo Santana (Ceará), Paulo Câmara (Pernambuco) e Belivaldo Chagas (Sergipe). A Bahia foi representada pelo vice-governador, João Leão. Pelo lado do governo federal, estava presentes, além do presidente Bolsonaro, os ministros Paulo Guedes (Economia), Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tarcísio Gomes (Infraestrutura), Santos Cruz (Secretaria de Governo) e Bento Albuquerque (Minas e Energia).

    Crime Eleitoral: TSE confirma cassação do mandato da ex-vereadora por compra de votos em São José do Campestre

    Resultado de imagem para crime eleitoral compra de votosNesta Quinta-feira(09), o ministro do tribunal superior eleitoral(TSE), Luiz Edson Fachin, NEGOU provimento ao recurso especial nº 0000468-93.2016.6.20.0015, interposto pela senhora Gerusa Cavalcante Guedes da Silva, tentando mudar a decisão do TRE/RN, que cassou seu mandato por captação ilícita de sufrágio, compra de votos, na sua eleição de 2016, para o cargo de vereadora do município de São José do Campestre/RN. 

    Diante desse fato, a senhora Gerusa Cavalcante, perde definitivamente seu mandado de vereadora e é efetivado no cargo de vereador,o suplente José Ney de Lima. 

    Com essa decisão do TSE, o município de São José do Campestre/RN, passa a ter na galeria dos políticos ficha suja, o casal Jailson e Gerusa, ex-vereadores estão incluidos nessa triste galeria.