• Últimas Notícias

    segunda-feira, 6 de maio de 2019

    Mega-Sena tem maior nº de acúmulos da história

    Filas se acumularam por lotéricas de municípios de todo o País no sábado, mas ainda não foi dessa vez. Pelo 13.º sorteio seguido, nenhum apostador acertou os seis dígitos do prêmio principal da Mega-Sena. Dessa forma, a loteria chegou ao maior número de sorteios acumulados da história.

    Sem um vencedor há 47 dias, a premiação acumula R$ 170 milhões para a edição desta quarta-feira. O valor é o mais alto do ano e o terceiro maior da história do sorteio regular (o que não inclui a Mega da Virada), de acordo com a Caixa Econômica Federal. Com a alta quantia, também tem crescido a arrecadação. Somente no último sorteio, ela foi de R$ 193,2 milhões (só abaixo da Mega da Virada, que foi de R$ 886 milhões no ano passado).

    O último vencedor foi de Salvador, em 20 de março, com prêmio de R$ 50,6 milhões. No Estado de São Paulo, um apostador não acerta as seis dezenas do sorteio regular desde novembro, quando uma aposta de Indaiatuba levou R$ 69,1 milhões.

    Os números de todos os sorteios mostram ainda que 2019 tem sido até agora o ano mais difícil de se obter o prêmio máximo. Neste ano, a bolada tem saído uma vez a cada pelo menos nove sorteios (foram 4 ganhadores em 38 rodadas).