• Últimas Notícias

    terça-feira, 12 de março de 2019

    CPF substituirá outros documentos de identificação

    Resultado de imagem para cpfUm decreto publicado pelo governo federal no Diário Oficial da União (DOU) de hoje (12) institui o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como documento “suficiente e substitutivo” para o cidadão obter uma série de informações e serviços públicos no âmbito federal.

    O Decreto nº 9.723 ratifica a dispensa do reconhecimento de firma e da autenticação em documentos produzidos no país e institui a Carta de Serviços ao Usuário. As medidas visam a simplificação do atendimento aos usuários dos serviços públicos por meio da redução da burocracia estatal.

    Ex-presidente do Vasco, Eurico Miranda morre aos 74 anos

    Resultado de imagem para eurico miranda
    Aos 74 anos, Eurico Miranda morreu em um hospital na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, nesta terça-feira (12), vítima de câncer no cérebro. Atualmente, ele estava no cargo de presidente do Conselho de Beneméritos do clube. Ele deixa quatro filhos.

    Nos últimos meses, Eurico não fez aparições públicas. Seu estado de saúde se agravou, inclusive com dificuldade para se alimentar. A família montou uma UTI em casa, com home care, com enfermeiras se revezando para cuidar da saúde do dirigente. Visitas, inclusive das pessoas mais próximas, eram controladas pela família. De ambulância, ele foi levado ao hospital na manhã desta terça. Lá não resistiu e morreu no início da tarde.

    Ministro da Cidadania confirma 13º salário do Bolsa Família

    O ministro da Cidadania, Osmar Terra, confirmou nesta terça-feira (12) o pagamento do décimo terceiro salário do Bolsa Família em dezembro. Com custo estimado de R$ 2,5 bilhões, esse foi um dos compromissos de campanha do presidente Jair Bolsonaro. “Está tudo certo, estamos negociando com o ministro Paulo Guedes [Economia]. Uma parte [dos recursos] virá do Orçamento [Geral da União], que será revisto, e a outra parte, menor, virá do pente-fino [no programa] que a gente quer aprofundar”, afirmou Terra.

    Agência Brasil

    RN tem oito casos de raiva em morcegos registrados em 2019

    O aumento do número de casos de raiva diagnosticados em morcegos tem sido motivo de preocupação para a equipe técnica do Programa Estadual de Controle da Raiva. A raiva é uma doença tão grave que sua taxa de letalidade – a proporção entre o número de mortes pela doença e o número total de doentes – é de aproximadamente 100%. Mais precisamente 99,9% dos pacientes infectados pelo vírus que afeta o sistema nervoso vão a óbito.

    A Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap) divulgou os dados da prevalência da raiva animal em 2019 no Rio Grande do Norte com orientações para identificar um morcego suspeito dessa doença e recomendações para prevenção da raiva.

    A orientação da Secretaria é para que as vítimas de mordeduras procurem imediatamente a unidade de saúde mais próxima e lavem o local com água corrente e sabão. Isso porque o vírus rábico é muito sensível a agentes externos e essas medidas são fundamentais para a sobrevivência das pessoas infectadas.

    A doença é transmitida pela saliva do animal infectado através da pele ou mucosas, seja por mordedura, arranhadura ou lambedura. No Brasil, atualmente, os principais animais transmissores da raiva ao homem são os morcegos e muitas mortes poderiam ser evitadas após os acidentes caso fossem tomadas simples precauções.

    Com informações da TN

    Só promessas: Governo do Estado frustra servidores com reunião sem novidades

    Os servidores públicos saíram insatisfeitos do encontro com representantes do Governo do Estado nesta terça-feira, 12. A expectativa de que fosse apresentado um calendário para o pagamento das folhas salarias deixadas pela gestão anterior não se cumpriu.

    “O que foi apresentado foi um cronograma com o processo para antecipação dos royalties”, diz Elineudo Melo, do Sindicato dos Técnicos Administrativos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (SINTAUERN). De acordo com ele, na mensagem enviada à classe trabalhista, o que foi apresentado hoje foi o mesmo “que aconteceu na última reunião”. Ou seja, nenhuma novidade.

    De acordo com o sindicalista, o que se viu foi “só mesmo muitas promessas”. “Eu saio triste porque pensei de trazer um calendário para o pagamento do ano passado que melhoraria a vida de muitos colegas. A cada dia vai ficando mais difícil a situação do servidor público”, lamentou.