• Últimas Notícias

    segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

    No apagar das luzes, Temer extingue e suspende cerca de 130 rádios comunitárias incluindo uma de Tangará

    No último dia de mandato, governo Temer extinguiu a licença de cerca de 130 Rádios comunitárias em diversas regiões do país. Entidades representativas das emissoras criticam a medida e destacam a falta de debate público sobre o assunto. A decisão do Ministério da Ciência, Tecnologia, inovações e Comunicações (MCTIC), à época sob o comando de Gilberto Kassab, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) no dia 31 de dezembro de 2018.

    O representante Nacional da Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC) no Brasil, Pedro Martins, afirma que a forma como a determinação ocorreu “configura, claramente, uma perseguição, um olhar diferenciado para esse setor que é a voz das comunidades, a voz popular na comunicação do país”.

    Em nota divulgada na última sexta-feira (4), a Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço) questiona a diferença de tratamento que o MCTIC tem dado às emissoras comunitárias em oposição às comerciais. E aponta que "as Entidades mantenedoras de Radiodifusão Comunitária tem inúmeras dificuldades, a começar pela falta de recursos, afinal as mesma só possui uma única fonte para sua manutenção que e através do apoio cultural limitando-se a sua localidade e impondo algumas condições restritivas”.


    RIO GRANDE DO NORTE

    PORTARIA Nº 2.972-SEI, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2018
    O MINISTRO DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições, conforme o disposto no art. 6º, Parágrafo Único, da Lei nº 9.612, de 19 de fevereiro de 1998, e tendo em vista o que consta dos Processos Administrativos nº 53780.000127/1998 e nº 53000.070724/2013-18, resolve:
    Art. 1º declarar a extinção da autorização outorgada à ASSOCIAÇÃO RÁDIO COMUNITÁRIA FM TANGARÁ, por meio da Portaria nº 51, publicada no Diário Oficial da União de 28 de janeiro de 2002, para executar o Serviço de Radiodifusão Comunitária na localidade de Tangará - RN, em razão do não cumprimento de exigência no processo de renovação da referida outorga.
    Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
    GILBERTO KASSAB

    Lutadora do UFC reage a assalto no Rio e domina ladrão com mata-leão

    Resultado de imagem para Lutadora do UFC reage a assalto no Rio e domina ladrão com socos, chute e mata-leão
    Polyana Viana, lutadora brasileira de UFC, reagiu a um assalto nesse sábado (5/1) e dominou o ladrão que tentava levar o seu celular. A atleta, de 27 anos, esperava um Uber na rua em frente ao seu apartamento, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, quando foi abordada.

    Resultado de imagem para Lutadora do UFC reage a assalto no Rio e domina ladrão com socos, chute e mata-leãoO criminoso teria abordado Polyana perguntando as horas. Assim que ela respondeu, o homem anunciou o assalto com o que parecia ser uma arma. Segundo a lutadora, como ele estava muito próximo dela, decidiu reagir.

    “Eu dei dois socos e um chute. Ele caiu. Então eu o peguei em um mata-leão. Depois sentei-o no mesmo lugar em que estávamos e disse: ‘Agora vamos esperar pela polícia'”, contou Pollyana ao site MMAjunkie.

    Polyana pediu ajuda de transeuntes, que chamaram a polícia. O homem foi levado a uma unidade de atendimento de emergência para tratar os ferimentos e depois foi encaminhado para a delegacia. Ele portava um recorte de papelão em formato de arma.

    Metropoles