• Últimas Notícias

    quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

    Projeto social ‘Federais Solidários’ recebe homenagem de escola mantida pela Marinha do Brasil

    Policiais federais que realizam o projeto social ‘Federais Solidários’, criado há dois anos pelo Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Norte (Sinpef-RN), foram homenageados nesta quarta-feira pela direção da Escola Estadual Almirante Newton Braga de Faria, que é mantida pela Marinha do Brasil. E escola fica no Alecrim, em Natal. 

    Outros projetos externos realizados ao longo de 2018 na escola também foram lembrados e receberam certificados, como o ‘Cientistas na Escola’, ‘Insurgências Poéticas’, ‘MADA Faz Escola’, ‘Nosso Som Nas Escolas’, ‘Poética da Voz’ e ‘UrbanoCine’.

    O Federais Solidários é desenvolvido em forma de palestras gratuitas. O público-alvo são alunos da rede pública de ensino. E são vários os temas debatidos, como os perigos da internet, a importância da leitura, os malefícios das drogas e a cidadania no combate à corrupção. 

    “Essa homenagem é muito importante para todos nós. Além de reconhecimento, é prova de que estamos fazendo um bom trabalho em prol da comunidade e da edução dos nossos jovens”, ressaltou o policial federal José Antônio Aquino, presidente do Sinpef-RN. 

    Próxima ação
    Ainda este ano, o projeto será apresentado em Macau. Será na próxima quinta-feira (13), às 10h, no Complexo Educacional Padre João Penha Filho, na Rua São Vicente, no Porto São Pedro.

    “Vamos fechar o ano com 25 edições realizadas, atingindo um público de mais de 2.500 pessoas”, comemorou Aquino. Ano passado, o projeto contemplou cerca de 2.000 pessoas. “Estamos crescendo e alcançando um público cada vez maior. Ano que vem, nossa meta é fazer o projeto chegar a 3 mil alunos”, destacou

    Tremor de terra de magnitude 2.5 é registrado em Campo Grande, RN

    Resultado de imagem para campo grande rnUm tremor de terra foi registrado no município de Campo Grande, na região Oeste do Rio Grande do Norte, por volta das 23h desta quarta-feira (5). De acordo com o Laboratório de Sismologia da UFRN, o tremor teve magnitude 2.5, que é considerado leve.

    Moradores da cidade relataram os tremores. "A gente estava assistindo TV e começou tudo a tremer. Parecia que a casa ia cair em cima da gente. A TV também ficou tremendo e quase caiu", disse Diego de Freitas.

    Assustados, os moradores saíram de suas casas para entender o que estava acontecendo.

    De acordo com o sismólogo Joaquim Ferreira, o tremor foi sentido em pelo menos outras duas cidades: Triunfo Potiguar e Caraúbas. O epicentro do tremor ainda não está confirmado.

    Com informações do Portal G1RN

    Professora do RN conquista 1º lugar no Nordeste em prêmio do MEC

    Concorrente nacional ao prêmio Professores do Brasil, por meio da Revista Geográfica GL, advinda do Projeto de Inovação Pedagógica (PIP), a Escola Estadual Graciliano Lordão, instalada em Natal, recebeu o primeiro lugar na categoria Nordeste na 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil, cuja cerimônia de premiação ocorreu no dia 29 de novembro, no Rio de Janeiro. Ana Beatriz Câmara Maciel, professora ganhadora, coordenou a produção da revista com os investimentos do PIP, uma ação do Governo Cidadão e Banco Mundial.

    O Prêmio Professores do Brasil, uma iniciativa do Ministério da Educação, é direcionado aos professores de todo o país que tenham propostas inovadoras de ensino-aprendizagem. Através dos novos equipamentos do PIP e da sua metodologia interdisciplinar, que abraça diversas matérias e áreas diferentes, a Revista Geográfica GL pode ser construída em conjunto com os vários professores da escola.

    Ana Beatriz recebeu o prêmio estadual e o regional, equivalente a uma premiação de R$ 7 mil reais, mais troféu e viagem paga pela Capes. Para Ana, o concurso Professores do Brasil dá “reconhecimento a nossa profissão que é tão desvalorizada”. Ela pontua ainda a importância do PIP nessa caminhada.

    “O PIP também nos proporcionou aquisição de materiais para a execução do mesmo, não somente em geografia, mas também nas demais disciplinas, pois sem materiais fica inviável a aplicação de novas práticas em sala de aula. Acredito que o PIP deveria ser implementado em todas as escolas e de forma que proporcione o desenvolvimento de novas práticas com o apoio de material. Desta maneira, acredito que os diversos projetos desenvolvidos com base no PIP, podem concorrer a essa e outras premiações”, ressalta.

    Ao todo, 110 alunos dos 6ºs anos da Escola Graciliano Lordão participaram do PIP e da construção da revista. O processo metodológico se dividiu em duas partes, uma de levantamento bibliográfico e a outra de produção de conhecimento empírico, por meio da coleta de informações. A revista foi lançada no dia 6 de dezembro de 2017, na Mostra Cultura da escola.

    “Projetos como o PIP dão oportunidades aos alunos de escola pública a abrirem seus horizontes e arriscarem na criação de novos produtos e meio educacionais. Os primeiros resultados do PIP já mostram que os sextos anos do ensino fundamental se destacam no aumento da aprovação e dos níveis de aprendizagem”, destaque o secretário da Sethas e coordenador do Projeto Governo Cidadão, Vagner Araújo.

    O Projeto de Inovação Pedagógica da E.E. Gracilaino Lordão foi direcionado à área de desenvolvimento da leitura e letramento, com principal meta o desenvolvimento da criatividade, leitura, escrita e interpretação de texto tanto na área de Língua Portuguesa como nas outras disciplinas. Através do PIP, os alunos puderam vivenciar atividades dinâmicas, lúdicas, além de aulas de campo. O trabalho tanto deles como da comunidade acadêmica culminou no resultado da premiação.

    “Prêmios como esse só provam a eficácia e importância do PIP nas escolas e na vida dos alunos. Além de melhorar a vida estudantil dos jovens, o PIP também abre portas para os educadores que se empenham em fazer do projeto um catalizador de mudanças na educação pública”, comenta Cláudia Santa Rosa, secretária da Educação.

    Fonte: Assecom/RN