• Últimas Notícias

    quinta-feira, 15 de novembro de 2018

    Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos

    O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (14) que vai lançar um edital nos próximos dias para médicos que queiram ocupar as vagas que serão deixadas pelos profissionais cubanos que integram o programa Mais Médicos.

    “Será respeitada a convocação prioritária dos candidatos brasileiros formados no Brasil seguida de brasileiros formados no exterior”, diz a nota encaminhada à imprensa.

    A pasta recebeu ontem (14) o comunicado da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), no qual o governo cubano informa que vai deixar de participar do programa Mais Médicos. Segundo o ministério, 8.332 vagas são ocupadas por esses profissionais. “O governo federal está adotando todas as medidas para garantir a assistência dos brasileiros atendidos pelas equipes da Saúde da Família que contam com profissionais de Cuba”, diz o comunicado.

    O governo de Cuba informou que deixará de fazer parte do programa. A justificativa é que as exigências feitas pelo governo eleito são “inaceitáveis” e “violam” acordos anteriores. O presidente eleito Jair Bolsonaro disse, na sua conta do Twitter, que a permanência dos cubanos está condicionada à realização do Revalida pelos profissionais, que é o exame aplicado aos médicos que se formam no exterior e querem atuar no Brasil. 

    Procurada pela reportagem, a Opas, que intermediou o convênio entre Brasil e Cuba para vinda dos médicos cubanos, diz que foi comunicada pelo governo de Cuba sobre a decisão de não continuar participando do programa e informou o Ministério da Saúde brasileiro. “Devemos ter mais detalhes nos próximos dias. Assim que os tivermos, divulgaremos", diz nota.

    Com informações da Agência Brasil

    Banco erra e coloca R$ 2 milhões na conta de comerciante

    Uma comerciante ficou milionária por algumas horas no Espírito Santo, nesta terça-feira (13). Vanilda Bruni de Souza ficou surpresa ao ver o extrato bancário e perceber que tinha um saldo de R$ 2 milhões e 57 mil na conta.

    Foi a sobrinha de Vanilda, a operadora de caixa Paula Beatriz Souza, que percebeu o saldo errado. “Eu falei ‘tia, tem dinheiro demais na conta, é muito dinheiro e eu não sei de onde veio, tem alguma coisa errada’’ ”, contou.

    A Paula tinha entrado no aplicativo do banco para pagar um boleto. Antes do dinheiro entrar na conta, ela tinha em torno de R$ 1.500 de saldo.

    A comerciante não perdeu tempo. Ligou para a gerência do banco e contou o que tinha acontecido. Até o gerente ficou assustado. “Quando ele abriu, ele se assustou e falou que a sua conta está milionária”, falou a comerciante.

    Horas depois, o dinheiro não estava mais na conta. “Falou que teve um problema, que realmente estava na minha conta e que ele não era meu”, completou.

    Há oito anos Vanilda é proprietária de um restaurante em Vitória. Ela já foi lavadeira, empregada doméstica e, antes de conseguir o restaurante, vendeu lanche durante cinco anos em uma barraquinha de rua.

    Ela contou que está cheia de dívidas, mas em nenhum momento pensou em ficar com os mais de R$ 2 milhões que caíram na conta. “Eu tenho certeza que o que Deus tem para me dar é mais de R$ 2 milhões”, falou.

    Banco
    O banco informou que na manhã desta terça, durante uma modificação específica nos sistemas de saldos, houve impacto em um número pequeno de contas, que tiveram valores informados de forma indevida. Os saldos foram corrigidos.

    Portal G1

    ‘lista suja’: Procon divulga lista de sites que devem ser evitados na Black Friday 2018

    Resultado de imagem para black fridayA menos de 10 dias da Black Friday, que acontece no dia 23 de novembro, o Procon de São Paulo divulgou uma lista dos sites que devem ser evitados pelos consumidores. Neste ano, 419 empresas estão na chamada ‘lista suja’. Confira os sites.

    Para criar a lista, o Procon levou em consideração os sites que tiveram reclamações de consumidores registradas junto à instituição, que foram notificados e não responderam ou não foram encontrados.

    Dos 419 registros de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) ou de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) fiscalizados, 252 empresas estão com o endereço eletrônico fora do ar e 167 têm sites ativos.

    A lista foi organizada em ordem alfabética pelo nome fantasia da empresa. Segundo o Procon, também é possível alterar a ordem da busca clicando no título da coluna

    Prestações de contas eleitorais devem ser apresentadas até este sábado

    Os candidatos e partidos políticos que disputaram o segundo turno têm até as 19h deste sábado (17) para prestar contas da campanha à Justiça Eleitoral. No âmbito nacional, participaram do segundo turno das eleições Jair Bolsonaro, eleito presidente pela coligação PSL/PRTB, e Fernando Haddad, pela aliança PT/ PCdoB/Pros, além de seus respectivos vices.

    Bolsonaro e o PSL já entregaram as prestações de contas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas a documentação ainda está pendente de julgamento. Essa etapa é condição para que o presidente eleito seja diplomado no dia 10 de dezembro, data acertada entre o TSE e o governo de transição. Antes do julgamento, a campanha de Bolsonaro terá de apresentar esclarecimentos sobre inconsistências identificadas na prestação de contas.

    Também concorreram no segundo turno 28 candidatos a governador, com os respectivos vices, no Amazonas, Amapá, em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, no Pará, Rio Grande do Sul, em Rondônia, no Rio Grande do Norte, em Sergipe, Roraima, no Rio de Janeiro, em Santa Catarina, São Paulo e no Distrito Federal.

    Segundo o TSE, nas prestações de contas devem ser discriminados o total de recursos arrecadados, bem como as despesas de campanha referentes aos dois turnos. É preciso incluir os órgãos partidários que efetuaram doações ou tiveram gastos com as candidaturas.

    Quitação eleitoral