• Últimas Notícias

    segunda-feira, 12 de novembro de 2018

    ABSURDO! Idoso que passou 1 ano trancado em casa no RN é devolvido ao cárcere por assistentes sociais; delegado aciona MP

    Dentro da casa havia apenas uma cama de solteiro e um vaso sanitário — Foto: Polícia Civil do RN/Divulgação
    O idoso de 70 anos que passou mais de um ano trancado dentro de uma casa em construção na cidade de São Rafael, na região Oeste potiguar, foi levado de volta ao cárcere por uma equipe de assistentes sociais da prefeitura da cidade e precisou, mais uma vez, ser resgatado pela Polícia Civil. Agora, segundo o delegado Cidórgeton Pinheiro, responsável pelo caso, a equipe municipal deve responder criminalmente pela situação, assim como as pessoas que mantiveram o idoso trancado por todo este tempo.

    O G1 aguarda posicionamento da Prefeitura de São Rafael.

    A casa onde o idoso foi encontrado fica no quintal de uma residência, ao lado de um chiqueiro. A construção não tem janelas e estava trancada por uma grade com correntes e cadeado. Dentro, os policiais encontraram apenas uma cama de solteiro e um vaso sanitário.

    “É inacreditável. Fiquei surpreso e revoltado quando soube que o idoso que havíamos resgatado de uma situação tão degradante havia sido de volta para o mesmo cárcere. A desculpa que deram, até onde eu soube, foi de que não encontraram um abrigo para acolher o idoso. Isso é absurdo”, disse o delegado ao G1.

    Ainda de acordo com Cidórgeton, o idoso resgatado foi levado para o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) de São Rafael. “A equipe assinou um termo de recebimento e se comprometeu a levá-lo para um abrigo apropriado. Pelo visto não foi o que aconteceu”, explicou.

    Diante do ocorrido, o delegado disse que vai acionar o Ministério Público e que deve indiciar criminalmente a equipe do Cras pelo que fizeram. “Eu vejo que eles cometeram o mesmo crime que as pessoas que mantiveram o idoso este tempo todo trancado, que é o cárcere privado”, acrescentou.

    Cidórgetom revelou ainda que o dono da casa e a filha dele, os dois adultos que mantinham o idoso trancado dentro da casa em construção, também serão indiciados. “Quando chegamos ao local onde o idoso estava, que fica numa construção no quintal de uma casa, não encontramos o responsável. Mas, depois ele se apresentou e admitiu que era o responsável. Agora, já com elementos suficientes, inclusive com provas de que eles chegaram a fazer um empréstimo usando o nome do idoso, devemos pedir o indiciamento dele e da filha pelos crimes de cárcere privado, maus tratos e desvio da aposentadoria da vítima”, complementou.

    Novo resgate

    O novo regate aconteceu já no início da madrugada do domingo (11), após o delegado tomar conhecimento que o idoso havia retornado ao ambiente de onde já havia sido retirado horas antes. “Achei até que era até fake news a história de que ele estava de volta ao cárcere. Mas, infelizmente, era fato. Então o resgatamos novamente e agora ele está conosco na delegacia de Assu. Ele dormiu e tomou café da manhã aqui. E daqui só vai sair se for para um abrigo”, afirmou Cidórgeton Pinheiro.

    Portal G1RN

    Economia dá sinais de recuperação após as eleições

    O fim das incertezas eleitorais começa a mudar o humor de empresários e investidores no Brasil. Nas últimas duas semanas, desde a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para presidente da República, empresas começam a retomar planos engavetados nos últimos meses, seja de investimentos, fusões e aquisições e lançamento de ações no mercado (IPOs). Alguns anúncios de investimento já foram feitos apenas alguns dias depois do anúncio de Bolsonaro como próximo ocupante do Palácio do Planalto. Mas o otimismo vem com um alerta: é necessário avançar com as reformas econômicas.

    Na última semana, o empresário Carlos Wizard Martins – ex-proprietário da escola de inglês Wizard e hoje dono da rede Sforza, que inclui negócios como as redes Mundo Verde, KFC e Pizza Hut – disse que pretende desembolsar R$ 1,6 bilhão nos próximos anos. Outro negócio que circulava nas rodas de conversa de bancos de investimento havia meses teve o contrato de compra assinado apenas alguns dias depois do fim das eleições: a aquisição de 22% da rede Madero pelo fundo americano Carlyle. O aporte, de R$ 700 milhões, veio após 24 meses de “jejum” do fundo no País.

    Grandes bancos brasileiros melhoraram suas perspectivas para a economia do País: o Bradesco agora prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro vá crescer 2,8% no ano que vem (antes, projetava 2,5%), enquanto o Itaú Unibanco elevou sua perspectiva para 2,5% (ante 2%, anteriormente). O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mário Mesquita, diz que o humor do mercado mudou nas últimas semanas: “Vemos um claro aumento das consultas para fechamento de operações, dado que a sensação é que os mercados de renda fixa e variável reabriram para as empresas brasileiras”.

    Estadão Conteúdo