• Últimas Notícias

    segunda-feira, 29 de outubro de 2018

    Trump e Bolsonaro falam em trabalhar "lado a lado", diz Casa Branca

    Resultado de imagem para Trump e BolsonaroA porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, confirmou na noite deste domingo, 28, que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ligou para o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL). Segundo ela, os dois demonstraram forte interesse de trabalhar “lado a lado”.

    “O presidente Trump ligou para o presidente eleito Bolsonaro nesta noite para parabenizar ele e o povo brasileiro pelas eleições de hoje. Os dois expressaram um forte compromisso de trabalhar lado a lado para melhorar as vidas dos povos dos Estados Unidos e do Brasil e, como líderes regionais, das Américas”, afirmou Sarah.

    Trump foi um dos presidentes que parabenizou Bolsonaro pela vitória. O brasileiro anunciou a ligação de Trump e, pelo Twitter, manifestou o “desejo de aproximar ainda mais estas duas grandes nações e avançarmos no caminho da liberdade e prosperidade”. Até agora, Trump não usou sua conta na rede social – na qual o presidente americano é bastante ativo – para responder a Bolsonaro. ESTADÃO

    Números para governo do RN nos dois turnos

    A Campanha para governo no estado do Rio Grande do Norte e seus números distanciaram nos dois turnos a senadora Fátima Bezerra do candidato derrotado, ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves. 

    No 1° turno Fátima obteve 748.150 votos e Carlos Eduardo com 525.933 votos, diferença de 222.217 votos, já nesse segundo turno a governadora petista que se tornou a única mulher eleita para governar um estado em 2018 com uma maioria de 269.875 votos. 

    Fátima obteve 1.022.910 votos contra 753.035 votos obtidos por Carlos Eduardo.

    Moro saúda Bolsonaro e sugere reformas para ‘recuperar a integridade da administração pública’

    O juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, que colocou o ex-presidente Lula na cadeia, desejou ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) ‘que faça um bom governo’.

    Moro declarou neste domingo, 28, após apuração de 98,89% dos votos, assegurando vitória de Bolsonaro, que ‘encerradas as eleições, cabe congratular o presidente eleito’.

    Ele recomenda reformas ‘com diálogo e tolerância’.

    “São importantes, com diálogo e tolerância, reformas para recuperar a economia e a integridade da Administração Pública”, sugere o magistrado.

    Para Moro este é o caminho para ‘resgatar a confiança da população na classe política’.

    “Encerradas as eleições, cabe congratular o Presidente eleito e desejar que faça um bom Governo. São importantes, com diálogo e tolerância, reformas para recuperar a economia e a integridade da Administracao Publica, assim resgatando a confianca da populacao na classe politica.”

    Estadão Conteúdo

    Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil

    Bolsonaro ocupará o Planalto a partir de 1º de janeiroJair Messias Bolsonaro (PSL), de 63 anos, foi eleito neste domingo (28) para comandar o Brasil até 2022. Para conquistar pela primeira vez o cargo mais importante do Executivo nacional, o deputado federal derrotou Fernando Haddad (PT) no segundo turno do pleito.

    A vitória foi oficializada pouco depois das 19h20, quando mais de 94% das urnas já haviam sido apuradas e Haddad não tinha mais condições de alcançar Bolsonaro.

    Na parcial que confirmou o resultado, o candidato do PSL somava mais de 55,2 milhões de votos, contra 44,1 milhões do petista. Restavam ainda ser apurados pouco menos de 8 milhões de votos.

    A vitória confirma todas as pesquisas de intenção de voto, que apontavam Bolsonaro com ampla vantagem sobre Haddad e menor rejeição do que o petista. No primeiro turno, ele obteve quase 50 milhões de votos e avançou em primeiro lugar para a disputa final.

    Por R7