• Últimas Notícias

    quinta-feira, 4 de outubro de 2018

    Lei Seca: Nem venda e nem consumo de bebidas alcoólicas entre 6h00 horas e 18h00 do próximo domingo (07) dia da eleição

    A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social do estado do RN emitiu uma portaria que trata da suspensão da venda e consumo de bebidas alcoólicas no dia da votação.

    De acordo com a portaria SEI nº 104/2018-GS/SESED, fica determinado que no dia 07 de outubro, data referente ao primeiro turno das eleições, será proibida a venda e consumo de bebidas alcoólicas de qualquer espécie em locais públicos, bares, restaurantes, supermercados e outros estabelecimentos afins, localizados no Estado do Rio Grande do Norte, no período compreendido entre 6h00 horas e 18h00.


    Cosern fará operação especial com 150 profissionais neste final de semana

    A Companhia Energética do RN (Cosern), empresa do Grupo Neoenergia, montou uma operação especial para reforçar a confiabilidade do sistema elétrico potiguar e prevenir eventuais transtornos no fornecimento de energia durante a realização das eleições 2018.

    Durante todo o processo de votação e apuração neste domingo (07) e no segundo turno, dia 28 de outubro, também um dia de domingo, a Concessionária trabalhará em regime especial de plantão em todo estado para atender possíveis emergências.

    Uma equipe formada por 150 profissionais está envolvida na operação e ficará de sobreaviso para atuar em casos de necessidade. Para facilitar a comunicação com o Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE/RN), a Cosern disponibilizou um contato direto com o Centro de Operações e Informação (COI) para priorizar o acionamento das equipes.

    A operação especial da Cosern para as Eleições 2018 incluiu também a inspeção visual e termográfica de linhas de transmissão e subestações estratégicas como as da Ribeira e do Centro, em Natal, que atendem ao TRE.

    Propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV termina nesta quinta-feira

    Termina nesta quinta-feira (04) a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, nos termos do artigo 47 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997).

    Esta quinta também é o último dia para propaganda política mediante reuniões públicas ou promoção de comícios e utilização de aparelhagem de sonorização fixa, entre 8h e meia-noite, com exceção do comício de encerramento da campanha, que pode se estender por mais duas horas, segundo prevê o Código Eleitoral (artigo 240) e a Lei das Eleições (artigo 39).

    É também nesta quinta-feira, três dias antes do pleito, o prazo-limite para realização de debates no rádio e na televisão, admitida a extensão do debate cuja transmissão se inicie nesta data e se estenda até depois da meia-noite.

    Já a sexta-feira (05), dois dias antes da eleição, é o último dia para a divulgação paga, na imprensa escrita, de propaganda eleitoral e para a reprodução, na internet, de jornal impresso, de acordo com o artigo 43 da Lei nº 9.504/1997.

    Celso de Mello homologa acordo de delação de Marcos Valério com a PF

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), homologou parcialmente o acordo de delação premiada firmado no ano passado entre o ex-publicitário Marcos Valério e a Polícia Federal e a Polícia Civil de Minas Gerais.

    A partir da homologação, as autoridades podem passar a investigar os fatos narrados pelo delator. Não há, na decisão do ministro, detalhes sobre os supostos crimes delatados nem quais são os políticos envolvidos. O caso não é diretamente ligado às investigações da Lava Jato, que são de relatoria do ministro Edson Fachin.

    Valério entregou à polícia 60 anexos. Cada um diz respeito a um fato supostamente criminoso ou a um conjunto de fatos interligados. O teor dos anexos permanece em sigilo.

    Preso em Minas, Valério cumpre pena de 37 anos por condenação no mensalão do PT. Ele também foi condenado em junho a 16 anos e nove meses de prisão por envolvimento no chamado mensalão tucano, além de ter sido alvo da Operação Lava Jato.

    Com Enem, governo adia início do horário de verão para o dia 18 de novembro

    A um mês das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o governo federal adiou o início do horário de verão para o dia 18 de novembro. O texto com a decisão será publicado no Diário Oficial da União. A data final para o horário de verão foi mantida para o terceiro domingo de fevereiro de 2019.

    Nas redes sociais, o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, comemorou a mudança.

    “Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas! Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes.”

    O pedido para mudar o início do horário de verão foi encaminhado pelo Ministério da Educação à Presidência da República. As provas do Enem estão marcadas para os dias 4 e 11 de novembro em todo o país. A previsão é de que 5,5 milhões de estudantes participem.

    Locais

    Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

    Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte estacionado na cidade de Itapiranga, em Santa Catarina.

    As dezenas sorteadas foram as seguintes: 07 – 20 – 26 – 37 – 38 – 39. De acordo com a Caixa, o prêmio estimado para o próximo concurso, a ser realizado no sábado (6), é R$ 19 milhões.