• Últimas Notícias

    terça-feira, 25 de setembro de 2018

    Decreto regulamenta 5% de vagas em concursos para pessoas com deficiência

    O Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 25, traz o decreto que regulamenta a determinação de 5% dos cargos e empregos públicos para pessoas com deficiência.

    Com o decreto, as provas de concursos públicos também deverão ser adaptadas. Será assegurado aos candidatos o acesso a tecnologias que permitam adaptações para pessoas com deficiência. O ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, explicou que houve uma atualização da lei.

    “A cota de 5% já existia, mas carecia de atualizações. O decreto foi atualizado porque esses 5% ainda tinham como base a legislação antiga”, afirmou.

    O texto traz ainda esclarecimentos sobre as regras para caso de concurso regional, como será feita a sequência de chamada, como tem que ser o edital escrito e quais as ajudas técnicas disponíveis, entre outras informações.

    Após repercussão negativa, Marília Mendonça exclui vídeo contra Bolsonaro e pede desculpa

    Imagem: AG News
    A cantora Marília Mendonça, do gênero sertanejo, removeu o vídeo de seu perfil no Instagram sobre o movimento ‘Ele Não’, grupo de oposição ao candidato à presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro.

    “Essa sou eu, aquela é minha mãe e aquele é meu irmão. Minha família é constituída dessas 3 pessoas, que juntas acreditaram nas promessas de Deus e nos seus sonhos. Eu sou uma menina de 23 anos, cheia de amigos das mais variadas formas e conceitos que sempre respeitou o seu espaço, e construiu com apenas algumas boas torcidas e muita fé, o que tenho hoje. Em uma noite, tudo o que foi construído com amor e carinho foi apagado na mente de algumas pessoas. Me sinto mal e minha cabeça dói por imaginar que anos de luta se basearam nisso, no final das contas. Deixo aqui, o meu pedido de desculpas à todas as mulheres que acreditei estar defendendo naquele momento”, escreveu.

    “Deixo aqui o meu pedido de desculpas à todos os homens, por em um instante de loucura acreditar que uma opinião não feriria já vocês. Eu realmente achei que poderia. Minha mãe tem recebido ataques tanto quanto o restante da minha família que nem compartilham da mesma opinião que a minha. Deixo aqui essa mensagem, e o meu profundo silêncio em qualquer questão que seja política. A gente pede encarecidamente PAZ! É isso que eu busco! Não posso opinar já que não sei do que o Brasil precisa! Tá na mão de vocês, galera! Boa sorte á todo mundo! Que Deus nos abençoe!”, reiterou.

    A campanha ‘Ele Não’ tem sido levantada por artistas de diversas áreas, grupo esse que tem sido acusado de manifestar-se contra Jair Bolsonaro devido a Lei Rouanet.

    Em entrevistas e campanhas, o candidato já se manifestou abertamente contra esta Lei, que financia projetos milionários de artistas com verba pública.

    Por Conexão Política