• Últimas Notícias

    domingo, 9 de setembro de 2018

    Mundo: Trump comemora ausência de mísseis nucleares em desfile militar norte-coreano

    Resultado de imagem para Trump comemora ausência de mísseis nucleares em desfile militar norte-coreanoO presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comemorou neste domingo (9) a ausência de mísseis balísticos no desfile militar realizado pelo governo de Coreia do Norte por ocasião do 70º aniversário da fundação do país.

    "A Coreia do Norte acaba de realizar seu desfile em comemoração do 70º aniversário, sem a habitual exibição de mísseis nucleares", afirmou Trump em sua conta no Twitter.

    O governante americano destacou uma mensagem que atribuiu à emissora "Fox News", na qual se assegura que "analistas acreditam que a Coreia do Norte suprimiu os mísseis nucleares para mostrar seu compromisso com a desnuclearização ao presidente (Trump)".

    O presidente americano considerou que os temas centrais da parada militar norte-coreana foram "a paz e o desenvolvimento econômico", razão pela qual teve palavras de agradecimento para o líder norte-coreano, Kim Jong-un, com quem teve um encontro histórico no último dia 12 de junho em Singapura.

    "Obrigado, líder Kim. Demonstramos a todo o mundo que estavam equivocados. Não há nada como um bom diálogo entre duas pessoas que se agradam! Muito melhor que antes que eu assumisse a presidência", concluiu Trump.

    O líder norte-coreano presidiu o desfile, mas não pronunciou nenhum discurso e as autoridades optaram por não mostrar mísseis balísticos intercontinentais ou de médio alcance.

    Portal G1

    Dono da rede de farmácias Pague Menos é preso em Fortaleza

    Resultado de imagem para Dono da rede de farmácias Pague Menos é preso em Fortaleza
    O empresário Francisco Deusmar de Queirós, sócio e fundador da rede de farmácias cearense Pague Menos, uma das maiores do País, foi preso na noite de sábado (8), em Fortaleza, por crime contra o sistema financeiro. Os advogados de Queirós destacam que ele se apresentou voluntariamente à Polícia Federal após decisão judicial determinando sua prisão.

    “O objeto do processo que gerou a apresentação se refere à sua atuação à frente da Renda Corretora de Valores entre 2000 e 2006. A ação ainda está em curso e a condenação não é definitiva. A defesa continua acreditando na Justiça e na sua absolvição”, disse, em nota divulgada neste domingo (9), o escritório Rocha, Marinho e Sales Advogados e Marcelo Leal Advogados Associados.

    Atualmente em fase de expansão para o Sudeste, a rede cearense tem 168 unidades e faturou R$ 6,3 bilhões no ano passado. A previsão é encerrar este ano com 1,2 mil lojas e vendas de R$ 7 bilhões. Com esse porte, a companhia tem uma atuação equivalente à cerca da metade da Raia Drogasil, líder do setor e presente em 22 Estados.

    Por AE

    Desobediência: Barroso adverte PT e diz que pode suspender propaganda se houver apoio a Lula

    O ministro Luís Roberto Barroso, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), advertiu o PT de que a Corte poderá suspender as propagandas presidenciais do partido na TV e no rádio se forem exibidos novas inserções ou programas que apoiem a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência.

    A nova decisão atende parcialmente a pedido do Ministério Público, para quem a coligação formada por PT, PC do B e PROS vem descumprindo decisão do TSE que proibiu propagandas que apresentem Lula como candidato no mesmo julgamento que, na semana passada, rejeitou conceder ao petista o registro de candidatura.

    O MP alegou que, mesmo após diversas decisões suspendendo propagadas específicas que apresentam Lula como candidato, a coligação mantém no ar peças que fazem isso de forma indireta, na qual o candidato a vice, Fernando Haddad, demonstra apoio ao ex-presidente.

    Mr Catra morre aos 49 anos vítima de câncer no estômago

    Cantor estava internado em São PauloO funkeiro Mr Catra, de 49 anos, morreu na tarde deste domingo (9), em São Paulo. Ele estava internado no Hospital do Coração, zona sul da capital, onde tratava um câncer no estômago.

    A informação foi confirmada ao R7 pela assessoria de imprensa do cantor.

    “É com enorme pesar que comunicamos o falecimento do amigo e cliente Wagner Domingues Costa, o Mr Catra, que nos deixou na tarde deste domingo (9) em decorrência de um câncer gástrico. O cantor e compositor estava internado no HCor (Hospital do Coração), em São Paulo, e já vinha lutando contra a doença”, diz o texto.

    Ainda no comunicado, a equipe do músico pede respeito à dor da família.

    — A informação foi dada à família pelo cirurgião oncológico Dr. Ricardo Motta por volta das 15h20 da tarde. Catra deixou três esposas e 32 filhos. Neste momento de sofrimento, agradecemos o carinho, cuidado e compreensão dos amigos da imprensa, e pedimos, gentilmente, para que respeitem o momento de tristeza da família.

    R7

    Advogado viajou em avião próprio para defender esfaqueador de Bolsonaro

    O advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior utilizou um avião particular para deixar Belo Horizonte às pressas rumo a Juiz de Fora, na Zona da Mata, para participar da defesa de Adelio Bispo de Oliveira, homem que esfaqueou o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) nessa quinta-feira.

    O trajeto foi feito no dia seguinte ao ataque. Ao lado de Zanone, viajou o também advogado Fernando Costa Oliveira Magalhães. Os dois fazem parte de uma união de quatro profissionais que defendem Adelio. Completam o grupo Marcelo Manoel da Costa e Pedro Augusto de Lima Felipe e Possa, que atuam em Barbacena, na Zona da Mata, e acompanham o caso desde o início.

    A defesa de Adelio é paga, de acordo com os próprios advogados, por uma congregação religiosa de Montes Claros, no Norte de Minas. O nome da igreja, entretanto, foi mantida em sigilo.

    Em Juiz de Fora, os quatro advogados participaram da audiência de custódia que definiu a transferência de Adelio do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) local para uma penitenciária federal, no Mato Grosso do Sul. A defesa concordou com a decisão e argumentou que a ação do cliente se deveu ao discurso adotado por Bolsonaro.