• Últimas Notícias

    quinta-feira, 6 de setembro de 2018

    Atentado contra Bolsonaro: PM diz que crime foi premeditado e PF vai investigar

    Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, em Juiz de Fora
    Fabio Motta/Estadão Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, em Juiz de Fora
    A Polícia Federal em Juiz de Fora (MG) instaurou inquérito para investigar o ataque ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), ocorrido na tarde desta quinta-feira, 6. O servente de pedreiro Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi preso em flagrante.

    Para a Polícia Militar, o ataque ao deputado foi premeditado. Os policiais estão atrás de telefones celulares, documentos ou qualquer outra pista que possa esclarecer se o autor do crime agiu sozinho ou se teve ajuda. O governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), afirmou que Oliveira não “parecia um sujeito equilibrado”.

    “Colocamos todo o aparato de segurança do Estado à disposição para elucidar o caso”, disse ao Estado. Pimentel informou ainda que, como o caso envolvia um candidato à Presidência, “o protocolo remete o registro da ocorrência à PF.”

    Um dos coordenadores políticos da campanha de Bolsonaro, o deputado federal Delegado Francischini (PSL-PR) disse que vai entrar com representação na Polícia Federal para que seja investigada a possibilidade de o atentado contra o candidato do PSL ser um “crime político”. “Queremos saber se tem um autor intelectual (do atentado). Para nós é um crime político, ele (autor da agressão) foi filiado ao PSOL. Queremos saber se tem alguém acima desse cara, alguém que o induziu”.
    Mudança

    A facada em Bolsonaro deve obrigar os demais candidatos a se submeterem a normas mais rígidas de segurança, o que pode ter impacto direto na campanha eleitoral. Na hora do ataque, 15 agentes da PF estavam cuidando da segurança do candidato. Os protocolos do setor de Proteção a Dignitários da Polícia Federal, responsável pela segurança dos presidenciáveis, determinam que em casos como o do atentado a Bolsonaro faz-se uma reavaliação para estipular um novo “grau de risco”.

    Por Estadão

    Queda livre; Erros se repetem, Vasco perde para o América-MG e aumenta crise no BR

    O Vasco continua cometendo os mesmos erros e sem vencer fora de casa neste Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira, no Independência, o Cruz-Maltino visitou o América-MG e acabou derrotado por 2 a 1. 

    Situação que complica a vida carioca na competição, a um ponto do Z4 e há três jogos perdendo, todos com o comando do técnico Alberto Valentim. A crise aumenta para o clube de São Januário, que precisa correr contra o tempo antes que seja tarde demais.

    Suspeito de agredir Bolsonaro é ativista comunista

    Resultado de imagem para Suspeito de agredir Bolsonaro é ativista comunistaA Polícia Militar de Minas Gerais identificou o autor do ataque contra Jair Bolsonaro como Adélio Bispo de Oliveira, natural da cidade mineira de Montes Claros.

    Em seu perfil no Facebook, o agressor postou diversas mensagens críticas ao candidato do PSL. Além disso, Oliveira participou de atos contra o presidente Michel Temer e pela libertação de Luiz Inácio Lula da Silva, além de ter divulgado imagens da bandeira do Brasil com o símbolo do comunismo.

    REPÚDIO; OAB condena atentado contra a vida de Bolsonaro

    O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, CLáudio Lamachia, manifestou ‘repúdio’, por meio de nota, ao ataque a faca contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL), nesta quinta-feira, 6.

    LEIA A NOTA:

    A Ordem dos Advogados do Brasil manifesta repúdio ao ato de violência praticado contra o candidato Jair Bolsonaro. A democracia não comporta esse tipo de situação.

    A realização das eleições em ambiente saudável depende da serenidade das instituições e militantes políticos. O processo eleitoral não pode ser usado para enfraquecer a democracia.

    Neste momento, cabe a reflexão a respeito do momento marcado por extremismos, por discursos de ódio e apologia à violência. Tudo isso apenas estimula mais violência, numa situação que prejudica a todos.

    A OAB acompanha atenta o desdobramento desse fato. É preciso que todas as forças políticas possam participar do pleito e que os eleitores tenham assegurado o direito à livre escolha.”

    CLAUDIO LAMACHIA, presidente nacional da OAB

    ESTADÃO

    Bolsonaro é esfaqueado durante ato de campanha em MG

    Jair Bolsonaro
    JUIZ DE FORA - Após confusão em Juiz de Fora (MG), a agenda de Jair Bolsonaro (PSL) é interrompida depois de o candidato ser esfaqueado. O presidenciável foi levado para o hospital. De acordo com Flavio Bolsonaro, filho do presidenciável, o ferimento foi superficial e o candidato do PSL passa bem.

    "Jair Bolsonaro sofreu um atentado agora em Juiz de Fora, uma estocada com faca na região do abdômen. Graças a Deus, foi apenas superficial e ele pesa bem. Peço que intensifiquem as orações por nós!", escreveu Flávio Bolsonaro no Twitter. 

    O agressor foi detido, segundo a Polícia Federal. De acordo com a Coluna do Estadão, a PF vai instaurar inquérito para apurar a agressão.

    Suspeito de participar da execução de PM durante assalto a ônibus é morto em Caraúbas, RN

    Morreu no final da tarde desta quarta-feira (5), ao trocar tiros com policiais militares na cidade de Caraúbas, na região Oeste potiguar, um homem suspeito de participação no assassinato do cabo da PM Ildônio José da Silva, crime ocorrido no dia 16 do mês passado durante um assalto a um ônibus de estudantes na RN-117. Kauã Bruno Ferreira de Lima, mais conhecido como 'Cocada', de 18 anos, era um dos 9 suspeitos que ainda estão sendo procurados.

    A PM disse que chegou a Kauã – que estava escondido em uma casa no bairro Leandro Bezerra – após ele ter assaltando uma mulher, crime cometido pela manhã na comunidade Alto de São Severino. Ao tentar escapar do cerco, o suspeito atirou contra os policiais, que revidaram. Kauã foi baleado e socorrido para o hospital, mas não resistiu ao ferimento.

    Apesar da morte do suspeito, a Associação de Praças da Polícia Militar de Mossoró e Região (Apram) confirmou que a recompensa, no valor de R$ 11.400,00, continua valendo para quem der informações que levem à prisão os assassinos do cabo. 

    Agora, são 8 os procurados:
    Vantuir Lima, 23 anos
    Antônio Alcivan Fernandes Júnior ('Juninho Mangueira'), 18 anos
    Wilhiam Bezerra de Lima ('Belo das Mirandas'), 24 anos
    Danilo Soares da Silva Fernandes,18 anos
    Lucivan Dantas ('Rabicó'), 18 anos
    Judson Rodrigues Vieira ('Juca Ladrão'), 24 anos
    Obimael ('Bibi das Mirandas'), 23 anos
    Adolescente de 17 anos
    Com informações do Portal G1RN

    Pesquisa Ibope: Bolsonaro, 22%; Marina, 12%; Ciro, 12%; Alckmin, 9%; Haddad, 6%

    O Ibope divulgou nesta quarta-feira (5) o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial.
    Sobre esse levantamento, o Ibope divulgou a seguinte nota:
    "Como informado ontem, na pesquisa de intenção de votos realizada entre os dias 1 e 3 de setembro, para seguir as decisões decorrentes do indeferimento da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, que proibiram, entre outras coisas, que o ex-presidente participasse, como candidato, de atos de campanha, o Ibope deixou de aplicar o questionário em que o nome de Lula aparecia como postulante ao cargo de presidente da República, como constava do registo da pesquisa feito no TSE.
    O instituto pesquisou apenas o cenário em que o nome de Fernando Haddad, candidato a vice-presidente pelo PT, aparecia juntamente com os candidatos que pediram registro.
    O Ibope indagou ao TSE se este procedimento estava correto.
    Em sua decisão de hoje, o ministro Luiz Felipe Salomão explicou que, segundo a lei, o TSE está impedido de responder a consultas como essa durante o período eleitoral.
    Diante disso, e convicto de que agiu de boa fé e dentro da lei, e, ainda, no intuito de não privar o eleitor de informações relevantes sobre a situação atual das intenções de voto na eleição presidencial, o Ibope decidiu liberar os resultados da pesquisa para divulgação, decisão que contou com o apoio dos contratantes TV Globo e o 'Estado de S.Paulo'."
    Vamos aos números:
    • Jair Bolsonaro (PSL): 22%
    • Marina Silva (Rede): 12%
    • Ciro Gomes (PDT): 12%
    • Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
    • Fernando Haddad (PT): 6%
    • Alvaro Dias (Podemos): 3%
    • João Amoêdo (Novo): 3%
    • Henrique Meirelles (MDB): 2%
    • Guilherme Boulos (PSOL): 1%
    • Vera (PSTU): 1%
    • João Goulart Filho (PPL): 1%
    • Cabo Daciolo (Patriota): 0%
    • Eymael (DC): 0%
    • Branco/nulos: 21%
    • Não sabe/não respondeu: 7%
    A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S.Paulo". É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral e o primeiro depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou a candidatura de Lula.
    G1

    DEICOR e 9ª DRP de Santa Cruz prendem líder de facção criminosa

    Fotos cedidas pela Polícia Civil
    Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado - DEICOR - em conjunto com policiais civis da Delegacia de Santa Cruz, prenderam em flagrante delito, na manhã de dessa quinta-feira (06), IVAN DA SILVA NASCIMENTO, vulgo "Galego Doido", líder de uma facção criminosa na Cidade de Santa Cruz.

    "Galego Doido" é acusado de vários homicídios, além de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Ele estava morando no bairro Nossa Senhora da Apresentação, no Vale Dourado, na zona norte de Natal.

    No momento da prisão, "Galego Doido" estava com documento falso e de posse de uma pistola Glock de uso restrito, calibre 9mm, com seletor de rajada, três carregadores, sendo um com capacidade para 30 munições, além de 67 munições do mesmo calibre.

    O acusado está sendo autuado por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e uso de documento falso.

    Os policiais reafirmam o compromisso com a sociedade e deixam claro que o crime será sempre combatido com o máximo rigor da lei, custe o que custar.

    "Não é por ódio ao que estamos enfrentando, mas por amor ao que estamos defendendo"
    DEICOR, ADSUMUS!