• Últimas Notícias

    domingo, 8 de julho de 2018

    Enquanto isso; Câmara vai fazer reforma milionária em salas

    A Câmara dos Deputados vai gastar R$ 1,8 milhão com material para a reestruturação do seu edifício principal. O projeto inclui uma sala para os líderes partidários se reunirem e a transferência de órgãos de comando da Casa para espaços mais nobres. No processo de reforma, está anexada a autorização do Iphan para instalar o gabinete do presidente no local onde funciona o Comitê de Imprensa. “A repaginação vai ser feita durante o recesso, nesse período de eleição, quando a coisa está mais devagar”, diz o primeiro-secretário, Giacobo (PR).

    No projeto, a justificativa é que “atividades não relacionadas ao Parlamento foram instaladas em espaços nobres”. É o caso do BB e da Caixa que serão desalojados para dar lugar as Terceira e Quarta secretarias.

    Embora conste no processo, o deputado Giacobo diz não saber sobre mudança no gabinete do presidente da Casa, hoje Rodrigo Maia (DEM-RJ). A troca é polêmica. O ex-presidente Eduardo Cunha também tentou desalojar o Comitê de Imprensa, mas sem sucesso. O local é cobiçado por ser o único que dá acesso direto ao plenário.

    O Estado de S. Paulo – Coluna do Estadão

    Desembargador responsável pela Lava Jato mantém Lula preso

    O desembargador federal do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e responsável pelos processos da Lava Jato, João Pedro Gebran Neto, manteve o ex-presidente Lula preso em Curitiba. O despacho do desembargador, que saiu na tarde deste domingo (8), pede que a Polícia Federal se abstenha de qualquer ato que seja diferente da decisão do colegiado da 8ª Turma, que determinou a prisão do ex-presidente.

    “DETERMINO que a autoridade coatora e a Polícia Federal do Paraná se abstenham de praticar qualquer ato que modifique a decisão colegiada da 8ª Turma”, disse Gebran em texto.

    MORO REJEITA DECISÃO E MANDA PF NÃO SOLTAR LULA

    O Antagonista obteve em primeira mão o despacho que Sergio Moro acaba de emitir à Polícia Federal contra a ordem de soltura de Lula.

    Segundo o juiz, o desembargador Rogério Favreto não tem competência para decidir no caso, atropelando o STF e desconsiderando o relator Gebran Neto.

    Confira:

    Desembargador do TRF-4 manda soltar Lula da prisão ainda neste domingo

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser solto a qualquer momento. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região deferiu uma liminar para a soltura do petista ainda neste domingo (8/7).


    O pedido de habeas corpus acatado pelo desembargador Rogério Favreto foi impetrado pelos deputados Wadih Damous, Paulo Pimenta e Paulo Teixeira, do PT.

    Lula está preso desde o dia 7 de abril, após ter sido condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em duas instâncias, no caso do triplex em Guarujá (SP). Ele foi o primeiro ex-presidente do Brasil condenado por crime comum.

    Veja o despacho:
    Reprodução