• Últimas Notícias

    quarta-feira, 6 de junho de 2018

    Homicídio registrado no início da noite desta quarta-feira (6) na zona rural de São José do Campestre

    Edson (Pelado) a vítima
    Mais um crime de homicídio foi registrado essa semana no município de São José do Campestre, região agreste do RN. O crime aconteceu no início dessa noite de quarta-feira(06) na parede do açude no distrito de Japí Segundo, a cerca de 18 km da cidade. Com informações colhidas pelo Blog O Paralelo, a vítima foi identificado pelo nome de EDSON AMARO DANTAS, 20 anos, vulgo "Pelado", e foi morto com quatro disparos de arma de fogo. As balas atingiram a cabeça e costas da vítima que veio a óbito no local.

    O Itep já foi acionado pela Polícia Militar para os procedimentos de praxe e remoção do corpo para Natal.

    As investigações ficarão a cargo da Polícia Civil de São José do Campestre. 

    Blog O Paralelo

    Policiais Militares recuperam carga roubada e prendem em flagrante uma quadrilha da mesma família na cidade de São José de Campestre/RN

    Policiais Militares do 8° BPM conseguiram no dia de hoje (06.06) desarticular uma quadrilha especializada em roubo e receptação de cargas roubadas, com atuação na cidade de São José de Campestre/RN e região circunvizinha. As diligências iniciaram-se ainda na noite de ontem (05.06), quando por volta das 20:00 horas, policiais do Destacamento local receberam uma denúncia anônima dando conta da presença de uma carreta carregada de botijões de gás, escoltada por dois outros veículos, todos em atitude suspeita, se deslocando na zona rural da cidade, mais precisamente nas imediações do sítio Quixaba. 
    Ainda segundo a denúncia, três irmãos, identificados inicialmente como Ailson, Adilson e Arian, estavam envolvidos diretamente com a presença daquele veículo naquele local. Diante do forte indício de que ali se tratava de uma carga roubada, os Policiais Militares solicitaram reforço e conseguiram através de uma ação coordenada, flagrar a ação de um bando que acabara de roubar aquela carga, na cidade de Tangará/RN, que onde o motorista ainda era mantido como refém. 

    No momento da ação policial, os bandidos empreenderam fuga, contudo foi possível deter em flagrante os irmãos identificados como: Ailson Lima de Medeiros, 29 anos; e, Arian Lima de Medeiros, 27 anos. No decorrer das diligências, foi também localizado um depósito pertencente a família dos flagranteados, onde os policiais encontraram diversos outros botijões de gás, bem como, vários sacos de ração animal, provavelmente oriundos de outra carga roubada. 

    Na ocasião, os pais dos irmãos presos, identificados como sendo: Bento Gomes de Medeiros, 71 anos; e, Elisabeth Lima de Medeiros, 49 anos, também foram autuados em flagrante delito, acusados de cometerem o crime de receptação. 

    Todos os envolvidos, além de todo material recuperado, foram apresentados a Delegacia da Polícia Civil da cidade de São José de Campestre, para adoção dos procedimentos processuais pertinentes ao caso. 

    Segundo o motorista da carreta, a carga de botijões pertence a empresa Supergás Brás, e iria da cidade de Extremoz/RN até a cidade do Crato/CE. A carga de 1.360 (mil trezentos e sessenta) botijões de gás estaria avaliada em aproximadamente R$ 100.000 reais (cem mil reais). 

    Participaram das diligências Policiais Militares e Civis da cidade de São José do Campestre, como também, Policiais do GTO de Nova Cruz e do Destacamento Policial Militar da cidade de Passa e Fica/RN, além do apoio de alguns Policiais Militares de folga, que se prontificaram a auxiliar na ocorrência.

    *Material apreendido (recuperado):*

    ✔ 01 (um) veículo tipo caminhão, marca Volvo, modelo NL12 360 4X2T EDC, placas MMS 7177;
    ✔01 (um) reboque cor vermelha placa CGR 7859;
    ✔ 1.360 (mil trezentos e sessenta) unidades de botijões de gás;
    ✔01(um) celular Samsung, modelo Galaxy J5

    *Equipes Policiais:*

    ✔ DPM de Campestre;
    ✔ DPM de Passa e Fica;
    ✔ GTO de Nova Cruz;
    ✔ Delegacia Civil de Campestre.

    *Por O Paralelo e com fonte de informações; P/5 - 8° BPM*

    Justiça do RN arquiva processo que investigava ex-vereador por corrupção de testemunhas de assassinato de hoteleiro

    Ademar Miranda Neto, de 58 anos, foi morto a tiros em junho de 2016, em Natal. (Foto: Arquivo Pessoal)A Justiça do Rio Grande do Norte arquivou o processo contra o ex-vereador de Ielmo Marinho Tarcísio José Ribeiro de Lara Andrade Júnior, que foi preso em março deste ano. Tarcísio Ribeiro foi apontado inicialmente pela polícia como responsável por corromper testemunhas do assassinato do hoteleiro Ademar Miranda Neto, de 58 anos, em Natal. O crime aconteceu em 2016.

    Na decisão proferida nesta terça-feira (5), o juiz Armando Ponte decidiu que não há indícios da participação do ex-vereador no crime. Tarcísio Ribeiro passou 28 dias preso, e teve a prisão revogada no mês de abril.

    Segundo explica Fernandes Braga, advogado do ex-vereador, o inquérito policial dizia que Tarcísio pagou R$ 1,5 mil a um preso da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, para que ele depusesse em favor de seu irmão no caso que apura a morte do hoteleiro.

    Tarcísio Ribeiro é irmão de Antônio Ribeiro Neto, que foi indiciado por corrupção e está preso, suspeito de participação no crime. Antônio teria um relacionamento como Martha Renatta Borsatto, que era ex-mulher da vítima e foi apontada como mentora intelectual do homicídio. Ela foi presa em dezembro de 2016 e negou as acusações, em entrevista ao G1.

    “A defesa pediu a revogação da prisão e juntou documentos provando que Tarcísio não tinha contato nem com esse preso, nem ninguém da família dele. Tarcísio Ribeiro sequer virou réu, não havia indícios, não havia materialidade. O delegado induziu a justiça a erro. Ele ficou preso 28 dias injustamente, além do enxovalhamento social”, diz Fernandes Braga.

    O advogado afirma que agora a defesa vai acionar a Justiça para “procurar os direitos” do cliente. “Agora a defesa vai procurar os direitos do Tarcísio, que foram violentados com essa indução da Justiça do Estado do Rio Grande do Norte, vamos manejar um pedido de indenização contra o Estado, vamos manejar uma representação, uma notícia-crime, por falsidade ideológica por parte da autoridade policial”, adianta.

    Portal G1/RN

    Chacina em Lagoa Nova deixa cinco mortos e uma mulher baleada

    Por volta de 1h30 da madrugada desta quarta-feira (6), a Polícia Militar de Currais Novos recebeu um chamada urgente informando que uma chacina teria ocorrido na rua Terezinha Belarmino de Souza em Lagoa Nova-RN, de acordo com a PM, cinco pessoas foram mortas e uma outra foi baleada e encontra-se em estado grave no hospital da cidade.

    A esposa de uma das vítima disse a nossa reportagem que invadiram a casa dizendo que era da polícia, dois homens encapuzados um com uma arma longa e outro com uma pistola, pediram que as mulheres saíssem do local, mandaram os homens ficarem deitados e executaram as vítimas com vários tiros na nuca e cabeça.

    As vítimas são da mesma família e foram identificados como; DANIEL DA SILVA, 20 anos (genro), FRANCISCO HALERRANDRO TIETRA DOS SANTOS, 19 anos, FRANCISCO JONH TIETRA DOS SANTOS, 15 anos, FRANCISCO JONHLENO TIETRA DOS SANTOS, 15 anos e FRANCISCO SALES BEZERRA DOS SANTOS de 37 anos de idade.

    A vítima que foi atingida e socorrida em estado grave foi identificada como VITORIAS TIETRA DE 20 ANOS DE IDADE.

    Um reforço foi deslocado para Serra de Santana, porém até o momento os assassinos não foram localizados.

    Segundo foi apurado, dois homens chegaram armados e se identificaram como policiais Civis. Assim que adentraram no imóvel, mandaram as mulheres para um quarto e começaram atirar nos homens com pistolas e escopetas calibre 12.

    O crime pode está ligado ao tráfico de drogas segundo informações chegadas a polícia.

    As diligências continuam nesse momento e qualquer informação que ajude a localizar os suspeitos pode ser repassada anonimamente para 190.

    Fonte: Reporte Serido com 3ª CIPM de Currais Novos