• Últimas Notícias

    terça-feira, 10 de abril de 2018

    Tentativa de fuga termina em tiroteio e 21 mortos em presídio do Pará

    Uma tentativa de fuga em massa de presos do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará III (CRPP III), no Complexo Prisional de Santa Izabel, na região metropolitana de Belém, deixou ao menos 21 mortos na tarde desta terça-feira, 10. Uma das vítimas é um agente penitenciário. As outras são detentos e integrantes do grupo que tentou realizar o resgate dos presidiários.

    De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), a tentativa de fuga aconteceu por volta das 13 horas e contou com apoio de um grupo externo fortemente armado.

    Segundo informações preliminares, os presos também tinham armas dentro do presídio. Durante a ação, foram utilizados explosivos contra um dos muros do solário do Pavilhão C. Nesse momento, houve uma intensa troca de tiros entre a equipe que efetuava a tentativa de resgate em apoio externo, parte dos custodiados e a equipe do Batalhão Penitenciário.

    Até as 18 horas, a Segup informou que a situação já estava controlada. Agentes penitenciários e policiais militares faziam a contagem de presos. Ainda não foi confirmada a fuga de nenhum detento.

    Com a troca de tiros, foi confirmada a morte de um agente penitenciário, que tem a identidade preservada em sigilo até que a família seja oficialmente comunicada. Outros quatro agentes de segurança também ficaram feridos, sendo um em estado grave - ele está internado em um hospital na Grande Belém.

    Até o momento, a secretaria confirmada a morte de outras 20 pessoas, entre presos e integrantes do grupo criminoso de resgate. Segundo a pasta, a identificação e contagem poderá identificar quantos eram custodiados do sistema penal e quantos pertenciam ao grupo criminoso que tentou realizar o resgate.

    Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a unidade tem capacidade para 432 detentos, mas abriga 659. Já no complexo penitenciário, há cerca de 3.400 presos.

    A Companhia de Operações Especiais da Polícia Militar do Pará deslocou efetivo tático para reforçar a segurança do complexo. Já a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) ainda não confirmou se houve fuga de presos na ação. Uma revista e recontagem de detentos é realizada na unidade prisional.

    A Segup informou ainda que, desde o início da tarde, foram iniciadas as buscas pelos criminosos que atuaram na tentativa de resgate em apoio externo. Também iniciaram as investigações para apurar os grupos que agiram no caso, assim como a entrada de armas na unidade, além de todas as circunstâncias das trocas de tiros durante a tentativa de resgate de presos.

    O delegado Rodrigo Leão, diretor da Seccional de Santa Izabel do Pará, está com equipe policial acompanhando a situação, além de duas equipes da Divisão de Homicídios e uma da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

    A polícia apreendeu no local dois fuzis, três pistolas e dois revólveres que estavam com o bando que tentou invadir o presídio.

    Agência Estado

    Polícia divulga imagens de suspeitos por morte de PM catarinense

    A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira (10) as imagens de dois suspeitos de participação na morte da soldado da PM de Santa Catarina Caroline Pletsch, de 32 anos.

    Os procurados foram identificados como Weverton Lenário Gomes da Silva e Raissa Tomes Lima de Souza.

    A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que faz as investigações, pede que quaisquer informações sobre os suspeitos sejam denunciadas através dos números (84) 98113-6431 e 3232-1195.

    Relembre o caso

    A Soldado Caroline Pletsch estava de férias em Natal com o esposo, o Sargento PMSC Marcos Paulo, de 42 anos. No dia 26 de março, eles estavam em uma pizzaria no conjunto Parque das Dunas, na zona Norte da capital.

    Em um assalto ao estabelecimento, houve uma luta corporal e o casal de militares foram atingidos por disparos. Ela não resistiu aos ferimentos. O marido sobeviveu e está em processo de recuperação. De Fato

    Bancos vão oferecer parcelamento de dívida do cheque especial

    Os bancos vão oferecer aos clientes do cheque especial opção de parcelamento da dívida, com juros mais baixos, a partir de julho. A decisão foi anunciada hoje (10) pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Cada banco vai definir a taxa de juros a ser praticada.

    O cheque especial é uma das modalidades de crédito com taxas de juros mais altas. Em fevereiro, chegou a 324,12% ao ano, enquanto a taxa média do crédito livre para as famílias ficou em 57,72% ao ano.

    “Pelas novas regras, as instituições financeiras terão sempre disponíveis ao consumidor uma alternativa mais barata para parcelamento do saldo devedor do cheque especial”, disse a Febraban, em nota.

    De acordo com a entidade, os consumidores que utilizam mais de 15% do limite do cheque durante 30 dias consecutivos vão receber a oferta de parcelamento.

    “A oferta será feita nos canais de relacionamento e o cliente decide se adere ou não à proposta. Caso não aceite, nova oferta deverá ser feita a cada 30 dias”, explicou a Febraban.

    Em três meses, Seguro DPVAT registra mais de 87 mil indenizações pagas

    A Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, registrou o pagamento de 87.508 indenizações a vítimas de acidentes de trânsito no primeiro trimestre de 2018.

    O número mostra uma redução de 11% em relação ao mesmo período do ano passado.

    Entre janeiro e março, as indenizações por morte (9.196) e invalidez permanente (62.781) apresentaram queda de 2% e 15%, respectivamente, ante 2017.



    RN ultrapassa 600 assassinatos no ano, aponta Obvio

    Resultado de imagem para obvio rnEm todo o Rio Grande do Norte foram 22 assassinatos neste final de semana, totalizando já 604 crimes neste ano. O dado divulgado nesta segunda-feira (09) é do Observatório da Violência (Obvio), que dá conta de uma média de seis mortes por dia em 2018.

    Segundo o Obvio, os crimes ocorridos entre a última sexta-feira (06) e este domingo (08), foram registrados em 16 municípios potiguares. Natal, São Gonçalo e Mossoró lideraram com três mortes cada; além dos casos notificados em outras 13 cidades do estado.

    Ainda de acordo com o Obvio, o sábado concentrou nove mortes e dos 22 crimes, 18 foram praticados com arma de fogo. Do total de ocorrências, conforme o levantamento da entidade, apenas duas vitimaram mulheres.

    STF marca para dia 17 julgamento de denúncia contra Aécio Neves

    O presidente da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Alexandre de Moraes, marcou para o dia 17 deste mês o julgamento sobre a recebimento da denúncia contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) em um dos inquéritos resultantes da delação do empresário Joesley Batista, da JBS.

    O relator do caso é o ministro Marco Aurélio Mello, que integra a Primeira Turma junto com Moraes, Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso.

    Segundo a denúncia, apresentada há mais de 10 meses, Aécio solicitou a Joesley Batista, em conversa gravada pela Polícia Federal (PF), R$ 2 milhões em propina, em troca de sua atuação política. O senador foi acusado pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, dos crimes de corrupção passiva e tentativa de obstruir a Justiça.

    TRE-RN cassa diplomas da prefeita e vice de São José de Campestre

    A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, em sessão ordinária realizada nesta terça-feira (10), julgou os Recursos Eleitorais nº 1-10 e 304-31, e cassou, os diplomas da prefeita e vice-prefeita de São José de Campestre;

    No Recurso Eleitoral nº 1-10 originário da 6ª Zona Eleitoral e relatado pelo Juiz André Luís de Medeiros Pereira, o Tribunal, à unanimidade de votos e de acordo com o parecer oral da Procuradora Regional Eleitoral (PRE), Cibele Benevides, cassou os diplomas da Prefeita e da Vice-Prefeita de São José de Campestre Maria Alda Romão Soares e Eliza Assis de Oliveira Borges, determinando a inelegibilidade de ambas por oito anos.

    Estas foram cassadas por captação ilícita de sulfrágio e abuso de poder econômico, além de aplicação de multa.

    Tambem foram cassados o prefeito e a vice-prefeira de Ceará-Mirim, Marconi Antônio Praxedes Barreto e Zélia Pereira dos Santos, por abuso de poder econômico.

    Todas as decisões cabem recursos ao TSE.