• Últimas Notícias

    quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

    Robinson planeja pedir intervenção federal na segurança como fez RJ

    Resultado de imagem para robinson faria fracassouO governador Robinson Faria (PSD) está decidido a pedir intervenção federal no sistema de segurança do Rio Grande do Norte, pegando como exemplo a intervenção no Rio de Janeiro.

    O pedido deve ser apresentado ao presidente Michel Temer (MDB) nesta quinta-feira (1º de março), por ocasião do encontro de governador no Palácio do Planalto para debater a crise na segurança pública do País. A informação foi publicada no Blog de César Santos.

    Robinson entende que perdeu a batalha para fazer valer o seu único discurso de campanha em 2014, que foi a promessa de combater a criminalidade e estabelecer o quadro de segurança no Estado.




    Leite: Sethas/RN faz chamada pública para distribuição na região Central potiguar

    A Secretaria estadual de Trabalho, Habitação e Assistência Social do RN (Sethas/RN), publicou no Diário Oficial do Estado da terça-feira (27), o Termo de Extrato de Contratação Temporária Emergencial para selecionar entidade ou empresa fornecedora para atender municípios da região central do estado dentro do Programa do Leite Potiguar (PLP) com base no Decreto 25.447/2015.

    Os interessados têm até a próxima sexta-feira (02) para apresentarem propostas, alerta informação da assessoria de imprensa do órgão estadual.

    O contrato emergencial tem o objetivo de garantir a distribuição de leite aos 21 municípios potiguares que eram atendidos pela Associação dos Pequenos Agricultores de Angicos (APASA), que foi suspensa do programa a partir de recomendação do Ministério Público RN – (nº 0002/2017/49ª Promotoria de Justiça, oriunda do Inquérito Civil nº 06.2017.00001457-1 – devido a problemas de qualidade do produto.

    As propostas devem ser apresentadas no setor da Coordenação Operacional de Desenvolvimento Social (Codes), das 8h às 17h, na sede da Sethas/RN, no Centro Administrativo do Governo do Estado, em Natal.

    O Termo de Referência com todas as especificações da contratação está disponível no portal eletrônico www.sethas.rn.gov.br, no menu documentos.

    Jungmann diz que está autorizado a contratar 500 policiais federais

    O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou nesta quarta-feira (28) que foi autorizado a contratar mil novos policias federais e rodoviários federais.

    Jungmann, que tomou posse nesta terça-feira (27) afirmou que uma de suas primeiras ações à frente da pasta da Segurança foi acionar o Ministério do Planejamento para saber com quais recursos vai poder contar.

    Ele disse que a pasta terá R$ 2,7 bilhões de orçamento para este ano e não sofrerá nenhum contingenciamento de verba. O ministro afirmou ainda que o dinheiro deverá sair do Ministério da Justiça, pasta que antes era responsável pela Força Nacional, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, que passam para a Segurança Pública.

    Jovem que tentou fumar nota de R$ 50 vira delegada e internet vai à loucura

    Jovem que tentou fumar nota de R$ 50 vira delegada e internet vai à loucura
    Você se lembra do caso de uma jovem que tentou fumar uma nota de R$ 50 durante uma abordagem policial? Luiza Gomes, na época com 19 anos, foi flagrada por policiais embriagada e com as rodas do carro destruídas. Somado a isso isso, a estudante de Direito também não possuía CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

    O fato é que agora Luiza passou em um concurso para delegada, conforme publicação no Diário Oficial do Pará na última terça-feira (27). A jovem obteve 9,95 pontos e se classificou na 37ª posição entre 149 aprovados.

    Continue a leitura AQUI

    General que defendeu intervenção diz que operação no Rio é “meia-sola”

    Em entrevista à imprensa após cerimônia que formalizou a sua ida para a reserva, o general Antônio Hamilton de Mourão fez críticas à intervenção no Rio de Janeiro e à classe política. “O general Braga Netto (interventor no Rio) não tem poder político, é um cachorro acuado e não vai conseguir resolver dessa forma”, disse Mourão, que ficou conhecido por, entre outras polêmicas, defender intervenção militar no país. “É uma intervenção meia-sola”, emendou ele, acrescentando que todos, inclusive o governador do estado, deveriam ser afastados. “Se é intervenção, é intervenção. Já que há o desgaste, vamos nos desgastar por inteiro.”

    Questionado se achava que a intervenção não daria certo, ele respondeu: “Poderemos até reorganizar a Segurança Pública, que é a tarefa principal. O Rio de Janeiro é o estado do crime organizado. Tem o colarinho branco e o ladrão de celular, e os dois níveis estão representados”.

    Formandos da Uern protestam com 'Fora Robinson' em colação de grau

    Foi um protesto sem muito barulho, porém, contundente e com ampla repercussão.

    Formandos dos cursos de Matemática e Letras da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), campus de Apodi, juntaram letras e formaram o “Fora, Robinson”, em protesto ao governador Robinson Faria (PSD).

    A manifestação ocorreu na noite desta terça-feira (27), em solenidade de colação de Grau.

    Os graduados pela instituição reafirmaram apoio a greve dos professores e técnicos administrativos, que estão com salários atrasados desde janeiro de 2016.

    A greve na Uern foi iniciada no dia 10 de novembro de 2017, primeiro com paralisação de professores e, em seguida, adesão dos técnicos.

    Inscrições para o Fies terminam às 23h59; veja como se candidatar

    Novo Fies encerrará inscrições às 23h59 desta 4ª feira (27). (Foto: Reprodução)

    As inscrições para o Novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terminarão às 23h59 desta quarta-feira (28). O programa oferece créditos para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas.

    Como se inscrever
    Os candidatos devem acessar o site http://fiesselecao.mec.gov.br e clicar em “Primeiro Acesso”.
    Depois disso, é preciso digitar o CPF e a data de nascimento. O sistema buscará o boletim de desempenho do estudante no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e pedirá que sejam registrados uma senha de acesso e um e-mail.

    Lei da Ficha Limpa pode ser alterada e salvar políticos de cassação

    Um projeto de lei que limita o alcance da Lei da Ficha Limpa tramita na Câmara dos Deputados em regime de urgência e pode ser votado em breve. O autor da proposta, o deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP), quer que o prazo de oito anos de inelegibilidade valha apenas para condenações posteriores à criação da lei, em 2010, contrariando decisão do STF (Supremo Tribunal Federal).

    Em outubro do ano passado, o STF decidiu, por 6 votos contra 5, que não está apto a ser candidato pelo período de oito anos quem foi condenado pela Justiça Eleitoral, por abuso de poder econômico ou político antes de 2010.

    O Supremo também deverá discutir ainda nesta semana como a decisão será aplicada. Na prática, quem já foi eleito corre o risco de perder o cargo. Uma semana após o julgamento, Marquezelli apresentou o projeto na Câmara.

    Continue a leitura AQUI

    Greve de vigilantes afeta atendimento ao público em bancos de Santa Cruz/RN

    Os vigilantes dos bancos de Santa Cruz/RN aderiram a paralisação da categoria nesta quarta-feira (28) e os Bancos; BB, Caixa, Nordeste e Bradesco decidiram pelo não atendimento ao público na parte interna, já no setor externo o tendimento nos terminais eletrônicos continuará normal. De acordo com o Sindicato dos Bancários, a orientação é que se não houver vigilante não haja atendimento ao público. 

    Os vigilantes alegam que estão perdendo direitos adquiridos e que as empresas querem a redução do valor do adicional noturno, exclusão de horas extras e todas as despesas relativas ao curso de reciclagem, exclusão das horas extras por feriado trabalhado, retirada da obrigatoriedade de entrega de colete balístico, dentre outras coisas.

    STJ marca julgamento de habeas corpus de Lula para próxima quinta

    A quinta turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) marcou para esta quinta-feira (1º) o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    Em janeiro, Lula foi condenado por lavagem de dinheiro e corrupção passiva em segunda instância, pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

    Em seguida, a defesa do ex-presidente entrou no tribunal com pedido de habeas corpus preventivo para afastar a possibilidade de antecipação de cumprimento da pena de 12 anos e um mês de prisão em regime fechado.

    O ministro Humberto Martins, vice-presidente do STJ, estava de plantão e negou o habeas corpus.

    Lula recorreu e, com o fim do recesso, o caso foi encaminhado para o relator da Lava Jato no STJ, ministro Felix Fischer.

    Agora, o habeas corpus será analisado pelo colegiado.