• Últimas Notícias

    quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

    Tarifa de energia deve permanecer na bandeira verde até março

    A tarifa de energia elétrica deve permanecer na bandeira verde (sem custo adicional nas contas) até o fim do primeiro trimestre deste ano, afirmou nessa terça-feira (16) o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Segundo o ministro, o volume de chuvas acima da média no fim do ano contribui para a permanência da tarifa.

    O cenário já vinha sendo sinalizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que anunciou, no fim de dezembro, que janeiro terá bandeira verde.

    Carnaval 2018: MPRN recomenda cancelamento da festa em três municípios em caso de atraso no pagamento de servidores

    O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou aos prefeitos dos municípios de Areia Branca, Grossos e Tibau que não realizem despesas com o carnaval de 2018, caso a remuneração dos servidores públicos municipais referente aos meses de 2017 e ao décimo terceiro salário não esteja integralmente quitada. A recomendação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (17). As prefeituras têm três dias úteis para informar à Promotoria de Justiça da comarca de Areia Branca sobre o cumprimento das medidas.

    Nos casos em que a folha de pessoal esteja em dia e haja o interesse de realizar a festa na cidade, os prefeitos devem comprovar a adoção de medidas destinadas à redução nos custos para a realização do Carnaval 2018, inclusive nos serviços de mídias, de publicidade, de contratação de artistas, de bandas, de serviços de “buffet” e de montagens de estruturas de palco e som para apresentações artísticas. Para isso, devem utilizar quadro comparativo entre as despesas deste ano, com as despesas dos anos anteriores para a realização do mesmo evento, de modo a permitir a aferição das reduções promovidas.

    Outra recomendação do MPRN é que os gestores busquem parcerias e patrocínios perante a iniciativa privada a fim de diminuir os custos do Poder Público na realização das festividades. Em caso de não acatamento da recomendação, o MPRN poderá adotar as medidas jurídicas necessárias para assegurar a sua implementação.

    Confira aqui a íntegra da recomendação.

    A farsa do discurso petista do golpe

    Até hoje os petistas insistem na narrativa do golpe, pois é bem mais fácil para eles se dizerem vítimas de uma ilegalidade do que admitirem que Dilma Rousseff cavou sozinha a sepultura do seu mandato, sob os olhares complacentes do partido, que viu o desastre se aproximando e não agiu incisivamente para evitar a pior derrota da esquerda brasileira desde 1964.

    Ou continuam grasnando foi golpe!, foi golpe!, ou terão de fazer a autocrítica obrigatória nessas situações, aquela autocrítica que eles estão nos devendo desde 31 de agosto de 2016, quando Dilma foi privada definitivamente do seu mandato.

    Como o processo de impeachment cumpriu, uma por uma, todas as etapas que a Constituição determina, quem tantas velas acendeu no altar da democracia burguesa e dos valores republicanos foi simplesmente cínico ao arguir golpe como desculpa para esquivar-se de suas responsabilidades históricas.

    A situação se repete agora com a narrativa da fraude. É de um ridículo atroz defender a impunidade de candidatos que estejam bem situados nas pesquisas de intenção de voto. Quem sempre aceitou a Justiça que está aí — uma Justiça de classe, cujo objetivo último é eternizar a dominação burguesa e a imposição da desumanidade capitalista — não pode pular fora apenas porque uma de suas decisões lhe será inconveniente do ponto de vista eleitoral.

    Isto só nos faz lembrar a infinidade de decisões judiciais, prejudicando os explorados, que foram tomadas nas últimas décadas sem que os petistas jamais ousassem acusá-las de fraudulentas.

    Ou seja: esse PT amansado que concorda em jogar o jogo no campo do inimigo e segundo suas regras, não tem direito legal nem moral de alegar golpe em 2016 ou fraude em 2018.

    Incitando a violência: Para prender Lula ‘vai ter que matar gente’, afirma Gleisi Hoffmann

    A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), afirmou em entrevista ao site “Poder 360” que para cumprir um pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, “vai ter que matar gente”.

    “Para prender o Lula, vai ter que prender muita gente, mas, mais do que isso, vai ter que matar gente. Aí, vai ter que matar”, afirmou Gleisi na segunda-feira (15).

    Lula será julgado em segunda instância em 24 de janeiro pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), em Porto Alegre. Ele foi condenado a nove anos e seis meses de prisão pelo juiz Sergio Moro na Operação Lava Jato, por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex no Guarujá.

    Folha

    Governo Federal anuncia liberação de R$ 420 milhões para o Rio Grande do Norte

    O Governo Federal garantiu um repasse de R$ 420 milhões para investimentos nas áreas de saúde e segurança do Rio Grande do Norte. A informação foi divulgada pelo Ministério da Fazenda após reunião do governador Robinson Faria, bancada federal do estado, o presidente Michel Temer, os ministros da Fazenda, Fernando Meirelles, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, e o ministro de Planejamento Dyogo Oliveira.

    Dos R$ 420 milhões, R$ 320 milhões serão destinados à saúde e os demais R$ 100 milhões, à segurança pública. Estado enfrenta crise financeira. A transferência do valor seguirá o trâmite processual legal, e se dará por meio de convênios e programas já existentes no Orçamento federal.

    Santa Cruz: Morre em acidente de trânsito Dr. Fábio Araújo

    A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e barba
    Com muita tristeza noticiamos a morte do amigo Dr Fábio Araújo, 33 anos, vítima de acidente de trânsito no início da manhã desta quarta-feira (17). Segundo informações, por volta das 05:30 hrs, Dr. Fábio estava em seu veículo, um Ecosport de cor prata, placas MXS 2958, quando perdeu o controle na descida do alto de Santa Rita. 

    O corpo da vítima escontrasse ainda no local do acidente enquanto outra vítima foi socorrida em estado grave para o hospital Aluízio Bezerra e em seguida transferida para Natal.

    Fábio Araújo era um jovem advogado, casado ele deixa um filha pequena.