• Últimas Notícias

    quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

    Fraudes no Bolsa Família podem chegar a R$ 1,3 bilhão, diz CGU

    Resultado de imagem para bolsa familiaUm pente-fino feito pela Controladoria-Geral da União mostrou 346 mil indícios de fraude no Bolsa Família. Na maioria dos casos tratam-se de pessoas que não têm direito ao benefício

    A auditoria mostrou que na lista há servidores públicos com casa própria e carro importado. O valor pago indevidamente pode chegar a R$ 1,3 bilhão. A investigação começou após uma série de CPFs e cadastros familiares apresentarem valores estranhos. 


    Polícia Federal cria grupo para combater ‘fake news’ nas eleições

    A Polícia Federal (PF) dará início nos próximos dias em Brasília às atividades de um grupo especial formado para combater notícias falsas durante o processo eleitoral. A medida tem o objetivo de identificar e punir autores de “fake news” contra ou a favor dos candidatos. O grupo, que é formado por um delegado, um agente e um perito criminal federal, deverá trabalhar com técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Procuradoria Geral da República (PGR).

    Além da equipe, a PF quer sugerir a criação de uma legislação específica para as “fake news”, de modo que a prática seja devidamente tipificada e as penas definidas. A ideia é enviar a sugestão ao Congresso antes das eleições, para que a lei seja aplicada ainda durante o pleito deste ano.

    Explicado por que mesma lotérica teve 3 ganhadores da Mega da Virada

    O resultado da Mega da Virada 2017 repercutiu nos últimos dias por uma informação curiosa. Três dos 17 ganhadores do país apostaram na mesma lotérica, em Parelheiros, na zona Sul de São Paulo, o que levantou polêmica entre apostadores.

    Porém, a explicação para tal episódio era mais simples do que parecia. Segundo apurou VEJA, tudo não passou de um “erro” de um apostador, que, por engano, jogou os mesmos números três vezes.

    A Mega da Virada sorteou R$ 306,7 milhões na noite desse domingo (31). Os números sorteados foram 06 – 37 – 34 – 10 – 03 e 17, e o super prêmio saiu para 17 apostas. Cada ganhador vai receber R$ 18 milhões. Já no caso do sortudo de Parelheiros, serão R$ 54 milhões.

    Segundo nota da Caixa, as apostas premiadas foram de São Paulo (seis apostas, sendo quatro da capital e duas em Guarulhos), Bahia (de Prado, Uruçuca e Cruz das Almas), Paraná (São João do Triunfo e Rio Azul), Minas Gerais (Carmo do Cajuru e Contagem) e Rio de Janeiro (Rio de Janeiro e Seropédica), além de Belém (PA) e Brusque (SC).

    Exame

    Lava Jato investiga filme ‘Lula, o filho do Brasil’

    Filme retrata a vida do ex-presidente Lula, da infância até a militância sindical no ABCFilme que narra a trajetória do ex-presidente é suspeito de ter recebido patrocínio da Odebrecht de forma irregular.

    A Operação Lava Jato mira mais um alvo ligado ao ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva: o filme que conta sua história. Já foram chamados para prestar depoimento o empreiteiro Marcelo Odebrecht e o ex-ministro Antonio Palocci (Casa Civil/Fazenda – Governos Lula e Dilma Rousseff).

    A Polícia Federal investiga o financiamento do longa Lula, o filho do Brasil e “a participação de personagens envolvidos no tema, em especial Antonio Palocci Filho, junto a empresas”.

    A cinebiografia do petista estreou em 1º de janeiro de 2010 e custou cerca de R$ 12 milhões.

    Lula já foi condenado na Lava Jato. Em julho do ano passado, o juiz federal Sérgio Moro impôs nove anos e seis meses de prisão ao petista por corrupção e lavagem de dinheiro no caso tríplex. 

    As informações são da Agência Estado.

    MPF processa ex-prefeita de Monte das Gameleiras por fraude na obtenção da concessão de rádio Comunitária

    Resultado de imagem para radio comunitaria em monte das gameleiras RNO Ministério Público Federal (MPF) ingressou com uma ação de improbidade administrativa contra a ex-prefeita de Monte das Gameleiras, Edna Regia Sales Pinheiro Franklin de Albuquerque, a “Edinha”, seu irmão Edson Ricardo Sales Pinheiro e a União. A acusação é de fraude na obtenção da outorga que permitiu o funcionamento da Rádio Comunitária FM Gameleiras.

    Logo no início de seu mandato, em 2009, Edinha e o irmão constituíram, de forma fraudulenta, a Associação Comunitária Rádio FM Gameleiras, em nome de “laranjas”. Por meio dessa associação, solicitaram e obtiveram, em 2012, autorização do Congresso Nacional para explorar uma rádio comunitária, a FM Gameleiras, pelo prazo de dez anos.

    Os supostos presidente, tesoureira e secretária da associação confirmaram, em depoimento, que apenas cederam seus nomes para a criação da entidade e que quem a administrava de fato era a então prefeita. A tesoureira e a secretária acrescentaram que Edson Ricardo foi quem lhes pediu os “nomes emprestados”, para figurarem como fundadoras da associação.

    A solicitação para que a associação pudesse efetivamente prestar o serviço de radiodifusão contou com assinatura de apoio da própria prefeita, bem como dos então secretários municipais de Educação; Administração; Saúde; Finanças; e de Assistência Social; além do chefe do Gabinete Civil. O MPF ressalta que a lista de signatários é bem “ilustrativa do vínculo político da iniciativa”.

    Em 2011, o Ministério das Comunicações concedeu licença provisória e, no ano seguinte, o Congresso Nacional aprovou a outorga. “Ao ser interrogada sobre os fatos, Edna (…) admitiu que 'manteve ingerência em Brasília' para que a rádio comunitária iniciasse suas atividades. Isso demonstra seu interesse pessoal na situação e indica a existência de aspectos marcadamente políticos no caso”, reforça o MPF.

    Michel Temer será vampiro em carro alegórico no Carnaval do Rio de Janeiro

    Resultado de imagem para michel temer vampiro
    O presidente Michel Temer estará representado do Carnaval do Rio de Janeiro deste ano. Um boneco do político, fantasiado de vampiro, estará em cima de um saco de dinheiro em um carro alegórico da Paraíso do Tuiuti. A escola desfila na Sapucaí no domingo de Carnaval, em 11 de fevereiro.

    O tema do samba-enredo deste ano é "Meu Deus, Meu Deus, está extinta a escravidão?" e colocará no Sambódromo os símbolos da crise política brasileira. Dentre eles, está o pato amarelo, que foi um dos principais símbolos das manifestações de 2016 na Avenida Paulista, em São Paulo.

    A informação foi revelada nesta quinta-feira, 4, pelo blog Gente Boa, de O Globo.