• Últimas Notícias

    terça-feira, 13 de março de 2018

    São José do Campestre: Prefeitura deve disponibilizar serviço de apoio escolar na rede de ensino

    O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) emitiu recomendação direcionada à Prefeitura e à Secretária Municipal de Saúde de São José do Campestre para que seja disponibilizado o serviço de profissional de apoio escolar na rede municipal de educação. A recomendação foi publicada no Diário Oficial do Estado desa terça-feira (13) e observa as Diretrizes Nacionais para Educação Especial na Educação Básica (CNE/CEB).

    A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) dispõe que o atendimento educacional especializado é um complemento à escolarização, prevendo que “haverá, quando necessário, serviços de apoio especializado, na escola regular, para atender às peculiaridades da clientela da educação especial”.

    Conforme a constatação da Promotoria de Justiça da comarca, a Prefeitura ainda não regularizou a situação do cargo de profissional de apoio escolar em sua rede de ensino, por meio de lei e concurso público, acarretando em prejuízo na educação de estudantes portadores de deficiência.

    Além de tomar as providências para fornecer o serviço, a Prefeitura também deve se abster de alocar professores ou estagiários para as funções de profissional de apoio escolar. O MPRN prevê o prazo de 15 dias para que o prefeito informe à Promotoria de Justiça de São José do Campestre as medidas tomadas para garantir o cumprimento da recomendação.

    Confira aqui a íntegra da recomendação.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.