• Últimas Notícias

    domingo, 13 de agosto de 2017

    Vandalismo: Torcedores do América se revoltam com a permanência da equipe na série D e depredaram o Arena das Dunas

    América de Natal não conseguiu se classificar para Série C do Campeonato Brasileiro e como castigo amargará mais um ano na Série D, isso porque só conseguiu empatar com o Juazeirense/BA em 1 a 1. 

    Com isso, parte da torcida americana decidiu descontar sua fúria destruindo tudo que encontrava pela frente dentro das dependências do Arena das Dunas. A Polícia Militar foi acionada para contér o vandalismo com spray de pimenta e bombas de gás lacrimogêneo.

    Um prejuízo que o próprio América terá que arcar, além de uma possivel punição imposta pela CBF.

    Emenda que pode livrar Lula trava reforma. Artigo proibia a prisão de candidatos oito meses antes da eleição.

    Artigo apresentado - e depois retirado - pelo relator da reforma política, Vicente Cândido (PT-SP), alteraria a lei e impediria que candidatos fossem presos desde até 8 meses antes das eleições. Hoje a prisão só é proibida apenas com 15 dias de antecedência. Para Rubens Bueno, líder do PPS na Câmara, a jabuticaba virou a “Emenda Lula” e “tem o intuito de salvar criminosos”. Apesar de “ter sido retirada”, a emenda Lula consta no relatório parcial nº 3. O nº 4 ainda não foi apresentado. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

    No último dia 1º, Cândido disse: “Saí com Lula e ele disse: ‘Já que a emenda é minha, faço com ela o que quiser. Retire-a’”. Ele obedeceu.

    O ex-presidente Lula foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso tríplex no Guarujá.

    O artigo 236 do Código Eleitoral impede a prisão de candidatos a duas semanas da eleição, salvo aqueles que forem pegos em flagrantes.








    Para o senador Magno Malta (PR-ES), “está na cara” que a emenda é para proteger aqueles que “se lambuzaram dos recursos públicos”.

    Ex-executivo do Facebook vê ‘apocalipse digital’ e foge para ilha

    Um ex-funcionário do Facebook se mudou para uma ilha remota e está construindo um abrigo para se defender do “apocalipse tecnológico” que, segundo ele, está por vir. Antonio García Martínez, ex-gerente de produto na rede social por dois anos, morava em um dos principais centros da indústria tecnológica do mundo, a cidade de San Francisco. Mas decidiu se mudar para uma ilha afastada no norte dos Estados Unidos por prever que os avanços da tecnologia causarão uma catástrofe social em poucos anos.

    Segundo Martínez, o avanço da automação de tarefas fará com que muitos empregos sejam perdidos, o que causará uma situação de conflito social. “Dentro de 30 anos, metade da humanidade não terá trabalho. E a coisa pode ficar feia, pode haver uma revolução. É por isso que estou aqui. Em San Francisco, eu vi como o mundo será daqui cinco a dez anos. Você pode não acreditar que está vindo, mas está – e tem a forma de um caminhão sem motorista prestes a te atropelar”, disse Martínez em entrevista à rede de televisão BBC.

    Sua casa é um barco na ilha de Orcas, estado de Washington, a poucos quilômetros da fronteira com o Canadá. Além do barco, possui um terreno na ilha, e está construindo um abrigo para usar em caso de necessidade futura.

    Veja

    666: Mundo já tem um ‘exército’ de pessoas com chip no corpo

    Lina Lopes
    A integração biológica do homem com a máquina por meio da tecnologia já não é mais exercício de futurologia, e um dos principais exemplos dessa nova realidade é a popularização dos implantes corporais de biochip, dispositivo do tamanho de um grão de arroz. Por meio deles, muitas pessoas estão aposentando chaves, senhas e até cartões. Estimativas do setor calculam em mais de 700 mil o “exército” de humanos com biochips.

    Neste mês, 50 funcionários da empresa norte-americana de tecnologia Three Square Market aderiram à proposta da empresa de implantar chips em seus corpos, com o objetivo de serem usados para pagar por comida na cafeteria da companhia ou como chave de acesso a departamentos e sistemas. Esse seria o primeiro caso de maiores proporções nos Estados Unidos, país que teve esse dispositivo aprovado pela FDA (a agência federal de saúde no país) em 2004.

    No início deste ano, a empresa belga NewFusion, especializada em software para marketing digital, também incentivou o implante voluntário de chips em vários de seus empregados. O objetivo: facilitar o acesso a portas e computadores.

    O mecanismo faz com que as pessoas praticamente tenham um cartão de crédito e um distintivo de identificação dentro da mão. “Estamos incentivando o uso dessa tecnologia para impulsionar tudo: de compras a abertura de portas, uso de copiadoras, registro em nossos computadores, desbloqueio de telefones, compartilhamento de cartões de visita, armazenamento de informações médicas e de saúde e pagamentos. Eventualmente, essa tecnologia será padronizada, podendo ser usada como passaporte, passe para o transporte coletivo etc.”, comentou o CEO Todd Westby, em um texto publicado no site da empresa.Na opinião do filósofo e futurista Max More, o hibridismo entre máquinas e seres biológicos faz parte da evolução humana. Nessa linha, o movimento “transumanismo” defende o melhoramento do corpo humano e de suas funções por meio de intervenções tecnológicas.

    SINTE/RN: Dia 17 tem parada de solidariedade aos aposentados e pensionistas e advertência ao Governo

    Dia 17 de agosto corrente, quinta-feira próxima, os trabalhadores e trabalhadoras em educação da rede estadual vão paralisar as atividades em solidariedade aos aposentados e pensionistas, que vêm amargando recorrentes atrasos de salários.

    A atividade também será em advertência ao governo Robinson Faria, que vem se negando a atender a pauta da rede estadual de ensino.

    O ato está marcado para às 9h, em frente à Governadoria, no Centro Administrativo, na capital do estado. 

    A orientação é que as regionais do SINTE/RN tragam caravanas do interior para se somarem a luta dos trabalhadores.