• Últimas Notícias

    quinta-feira, 25 de maio de 2017

    Polícia registra fuga em massa no Presídio Estadual de Parnamirim

    Uma fuga em massa foi registrada na madrugada desta quinta-feira (25), no Presídio Estadual de Parnamirim, localizado na região metropolitana de Natal. Os presos conseguiram escapar por um túnel e durante diligências realizadas pela polícia oito deles foram recapturados.

    De acordo com o diretor da unidade prisional, Adailton Pessoa a fuga ocorreu por volta das 4h, porém ainda não é possível afirmar quantos internos conseguiram escapar. "Vamos realizar uma contagem nos pavilhões para sabermos o número exato de fugitivos", disse. Informações da Polícia Militar apontam que mais de 30 presos conseguiram sair por um túnel.

    Desde as primeiras horas da manhã que diligências policiais estão em andamento na tentativa de recapturar os presos, oito já foram recapturados. Duas equipes do GOE (Grupo de Operações Especiais) foram acionadas para iniciar a contagem, moradores da região relataram que três veículos deram apoio na fuga. (Fonte: Portal BO)

    Estudantes de Baraúna recebem premiação em Los Angeles

    Após serem destaque na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), os estudantes Marcelo Abraão de Melo Ramalho e Beatriz da Costa Dantas, da Escola Estadual João Abreu de Melo, da cidade de Baraúna, foram premiados na maior feira internacional de ciências, a INTEL ISEF, em Los Angeles, na Califórnia, Estados Unidos. 

    O projeto Madeco Sabugosa, orientado pela professora Priscilla Raquel Gurgel Rodrigues, inova com madeira ecológica feita com a reutilização do sabugo e da palha do milho. O evento internacional aconteceu entre os dias 15 e 19 deste mês e os alunos tiveram suas despesas custeadas pela Secretaria Estadual de Educação durante todo o período em que estiveram nos Estados Unidos. 

    Governo revoga hoje ato que jogou Exército nas ruas

    O governo federal deve decidir ainda na manhã de hoje se revoga ou não o decreto assinado pelo presidente Michel Temer (PMDB) que autoriza o uso das Forças Armadas para fazer a segurança de prédios públicos em Brasília até a semana que vem. Ontem, manifestantes invadiram e depredaram prédios de ministérios após confronto com a Polícia Militar.

    A violência dos atos deixou 49 feridos e acabou com a detenção de ao menos oito pessoas. "Hoje, teremos uma reunião com o presidente e a decisão [sobre revogar o decreto] será tomada", disse o ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS), em entrevista à rádio CBN. Blog do Mágno

    Quadrilha de Caicó é presa em Santa Cruz: três elementos são foragidos do Pereirão

    A Polícia Militar de Santa Cruz, no agreste do RN, prendeu nessa manhã, 25, um a quadrilha com várias atuações no estado, principalmente em Natal e Caicó, inclusive, segundo a polícia, os integrantes estavam em Caicó para tentar matar um desafeto.


    Foram presos: Nalisson Caetano (morador da Pompéia Zona Norte), Alan Carlos, Pepeu (morador de Caicó e fugitivo do Pereirao - responde art.33 e 157), Cláudio Clebeson, vulgo Claudinho (morador de Caicó fugitivo do Pereirão art 157).

    Os Elementos foram pegos com dois Revólveres, 23 munições e teriam saído de Caicó com destino a Natal, depois de tentar matar um desafeto. As guarnições de Japi, São Bento do Traíri, GTO de Santa Cruz e Rádio Patrulha participaram da ação.

    Larissa Padilha, moradora da Pompéia Zona Norte, também acompanhava a quadrilha e foi presa juntamente.

    Sobre a quadrilha: no dia 19 maio, 2017, eles tentaram matar um desafeto no bairro Paulo VI, zona oeste de Caicó, deu errado, erraram os tiros e um deles foi preso em flagrante pela Polícia Militar, que é o ANDREW MARTINS, conhecido como Caiçara, também foragido do Pereirão.

    Fonte: Jair Sampaio

    Contratos com o Ibope dissimulavam propinas para Renan e Henrique Alves; diz delator da JBS

    Foto: Dida Sampaio (Estadão)
    O diretor de Relações Institucionais da J&F, Ricardo Saud, entregou, como parte de sua delação premiada, ao Ministério Público Federal, contratos e notas fiscais que teriam sido utilizados para dissimular propinas à cúpula do PMDB. Entre os documentos que, segundo o delator, são ‘frios’ e ‘fictícios’, estão números de notas fiscais emitidas pela JBS ao Ibope.

    “Fazia pesquisa pra eles [senadores] e pagava com essa propina. o Ibope recebia propina. Nunca fez um serviço para nós”.

    O IBOPE reagiu com veemência à denúncia do executivo da JBS sobre emissão de notas fiscais frias. “É com indignação que o IBOPE Inteligência tomou conhecimento da acusação de que emitiu notas fiscais falsas para a JBS como parte de pagamento de propina sem contrapartida de bens ou serviços. O IBOPE Inteligência nunca emitiu notas fiscais falsas, nem recebeu qualquer tipo de propina das empresas do grupo JBS ou de qualquer outra empresa.”

    O delator ainda relatou que o Instituto teria sugerido contratos fraudulentos para justificar os repasses da JBS. “Inclusive, eles várias vezes mandavam um contrato com um punhado de pesquisa e falaram: arquiva isso aí direitinho, se amanhã ou depois, se acontecer alguma coisa, você mostra isso aí. Eu falei: ‘ó, rapaz, agora quer me ensinar a roubar dos outros?’”

    “Nunca fizeram pesquisa pra mim. Pegavam pesquisa nacional e queria pôr no contrato da gente”, relatou.

    Fonte: ESTADÃO