• Últimas Notícias

    segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

    Fundação Guimarães Duque e Emater-RN lançam edital para selecionar bolsistas

    A Fundação Guimarães Duque, ligada à Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), e a Emater-RN lançaram hoje (16) um novo edital para selecionar bolsistas de extensão rural. Dessa vez, as vagas são direcionadas exclusivamente para atividades técnicas. 

    Serão 163 bolsas para engenheiros agrônomos (11), zootecnistas (3), técnicos agrícolas – agropecuária ou agroecologia - (143), técnicos em agroindústria (5) e veterinário (1). O edital está disponível no site da Emater (www.emater.rn.gov.br) e no da Fundação (www.fgduque.org.br/). 

    As inscrições estarão abertas a partir de amanhã, dia 17, até o dia 22 de fevereiro, exclusivamente pelo portal selecao.emater.rn.gov.br. O processo seletivo incluirá análise curricular e entrevista. A expectativa é que as contratações aconteçam na segunda quinzena de março. Todas as vagas serão destinadas para o interior do estado. 

    A nova seleção foi possível a partir da assinatura de um termo de cooperação técnica entre Emater-RN e Ufersa, em janeiro, com o objetivo de pesquisar e implementar novas tecnologias de convivência com o semiárido. O termo de cooperação foi assinado em Mossoró pelo governador Robinson Faria, a diretora geral da Emater-RN, Cátia Lopes, e o reitor da Ufersa, José de Arimatéia Matos. Por Assecom

    Força Nacional atuará aqui no RN por mais seis meses

    Resultado de imagem para força nacional rio grande do norteO Ministério da Justiça autorizou nesta segunda-feira o envio da Força Nacional para o Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Sergipe por seis meses. De acordo com as portarias publicadas nesta segunda-feira no “Diário Oficial da União” (DOU), a Força Nacional está autorizada a realizar ações de “policiamento ostensivo, polícia judiciária e perícia forense.

    Vai atuar em conjunto com as polícias locais “nas ações de policiamento ostensivo, polícia judiciária, e perícia forense, com o objetivo de reduzir homicídios dolosos, feminicídios, violência contra a mulher, e de combater a criminalidade organizada transnacional, em especial, os tráficos de drogas e de armas.”


    Militantes invadem 100 fazendas em 12 Estados

    Militantes invadem 100 fazendas em 12 Estados
    Integrantes da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL) invadiram cem fazendas em 12 Estados, entre a madrugada de sábado, 18, e a manhã deste domingo, 19, na ação chamada “Carnaval Vermelho” pela reforma agrária. O líder da frente, José Rainha Junior, afirma ser “uma das maiores jornadas de luta em ocupações de terra no Brasil”. Segundo ele, estão mobilizados mais de 10 mil militantes.

    Os comandos locais da Polícia Militar confirmavam ocupações em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Bahia, Alagoas, Pernambuco, Sergipe, Mato Grosso e Distrito Federal. Em outros Estados, a PM não tinha sido informada das ações. “As ocupações têm como objetivo chamar a atenção do governo para o descaso com que vem tratando a reforma agrária, que está paralisada”, informa nota distribuída pela FNL.