• Últimas Notícias

    domingo, 15 de janeiro de 2017

    Assaltantes trocam tiros com seguranças de sacoleiros, na fuga carro de juiz de direito é tomado de assalto no oeste do estado

    Informações de que indivíduos em dois veículos, um Honda Civic e um Corsa de cor escura, abriram fogo contra ônibus com sacoleiros na noite deste domingo(15) na RN 233 próximo a cidade de Paraú, seguranças contratados pelos sacoleiros revidaram e houve uma intensa troca de tiros. 

    Os elementos abandonaram dois veículos e em seguida fugiram num Corsa de cor Cinza tomado de assalto na cidade de Triunfo Potiguar e num Pajero de um juiz de direito que passava na hora. 

    Policiais do Batalhão de Assu e de Patú estão no local fazendo uma verdadeira varredura tentando prender os mesmos.

    Com informações de Jarbas Rocha

    Reconhecimento de mortos no RN é suspenso por falta de informações

    Ao longo do domingo, equipes do Itep-RN realizaram a perícia no presídio de Alcaçuz
    Frankie Marcone/Futura Press/Estadão Conteúdo
    O Instituto Técnico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep) anunciou no início da noite deste domingo que suspendeu o reconhecimento das vítimas do massacre na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. A justificativa é que a secretaria estadual de Justiça e Cidadania não enviou a lista de nomes dos presos da unidade prisional. Nenhuma autópsia será realizada neste domingo.

    Alugado para fazer o transporte dos mortos até o Itep, o caminhão-frigorífico com os corpos foi levado para o quartel da Polícia Militar do Rio Grande do Norte "por questão de segurança".

    O Itep conta com quatro equipes de criminalística, cinco necropapiloscopistas, quatro identificadores criminais, quatro arquivistas criminais, quatro médicos legistas, dois odontolegistas, além de duas psicólogas e uma assistente social para o acolhimento aos familiares das vítimas.

    Uma estrutura foi montada para atender às famílias dos presos. O local conta com 199 cadeiras e quatro tendas, que estão montadas no entorno do prédio do Itep, EXTRA

    Segundo o Governo do RN o número de mortos na rebelião chegou a 27

    Vinte e sete presos morreram na rebelião da Penitenciária de Alcaçuz que já é a mais violenta da história do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada pelo Governo do Estado. O motim começou na tarde de sábado (14) e terminou 14h depois já na manhã deste domingo (15).

    Os corpos foram levados para o Instituto de Técnico-Científico de Polícia (Itep) para que seja feita a identificação. Um caminhão frigorífico foi alugado para armazenar os corpos enquanto não acontece a liberação para os sepultamentos. Além disso, legistas do Ceará e da Paraíba foram deslocados para ajudar no trabalho de identificação.

    Nove presos que estavam com ferimentos graves foram transferidos para o Pronto-socorro Clóvis Sarinho, em Natal. De acordo com a direção do hospital, nenhum deles corre risco de morte, mas não há previsão de alta.

    Com informações do G1/RN

    Número de mortos na rebelião entre facções pode ultrapassar 50 em Alcaçuz

    Resultado de imagem para facções em alcaçuzPode ter ultrapassado 50 o número de mortos na rebelião em Alcaçuz, segundo informações extra-oficiais e mais nove detentos internados em estado grave no Walfredo Gurgel. Esse é o número provisório do saldo na rebelião que destruiu parcialmente a Penitenciária Estadual de Alcaçuz e o Pavilhão Rogério Coutinho Madruga, entre a tarde de ontem e manhã desse domingo (15). 


    Segundo a secretaria Segurança do Rio Grande do Norte pelo menos cinco criminosos ligados ao PCC foram identificados como os responsáveis pela rebelião.

    Solange Almeida convidou Xand Avião para compor nova banda, ele recusou.

    Xand seguirá no grupo Aviões do Forró (Foto: Reprodução/Instagram)
    Xand Avião revelou ao portal “NOVO”, neste domingo, 15, que Solange Almeida o convidou para fazer parte de uma nova banda. O cantor, por sua vez, decidiu permanecer no grupo Aviões do Forró “em respeito aos 14 anos de história”.

    Na entrevista, que deve repercutir no meio forrozeiro, Xand também afirma que sempre trabalhou os arranjos e se responsabilizou pela estrutura musical do grupo. “Não foi o Riquelme que trouxe isso para a banda. Nós pedimos para que ele seguisse este caminho. O aviões foi um caso pensado. Quando cheguei na banda em 2002 acompanhei o processo de criação musical. Quem vier para o Aviões deve se adequar à banda e não o contrário”, desenvolveu o cantor.

    Após a saída de Solange Almeida e de cinco músicos, o cantor acredita que pode reconstruir uma banda praticamente do zero. “Vou poder fazer algumas coisas que eu sempre quis, mas que não tinha colocado no Aviões em respeito à Solange e ao estilo que ela canta. Agora eu vou poder inovar um pouco mais”, afirma o vocalista, que declarou ainda que o “avião vai virar um jato, vai voar ainda mais rápido” e ganhar um ritmo ainda mais dançante.

    Para finalizar, o Xand Avião reforça que os últimos shows com a formação atual não devem ter tom de despedida. “Não queremos que o público entenda como uma despedida porque a banda continua do mesmo jeito”.
    Por O Povo


    Solange Almeida deixou o Aviões do Forró, mas levou os principais músicos da banda. Inclusive até o baterista Riquelme. A cantora aumentou em 25% o salário dos funcionários para que eles seguissem em sua nova fase. Xand, no entanto, não ficou feliz com a saída da equipe.

    Pelo menos cinco detentos teriam conseguido fugir durante Rebelião em Alcaçuz

    Resultado de imagem para facções em alcaçuz
    Além da intensa rebelião dentro do presídio de Alcaçuz, a Polícia Civil confirmou na manhã deste domingo (15), que alguns presos daquela unidade conseguiram fugir e foram vistos em Pirangi Praia, no litoral Sul do RN.

    Segundo informações da polícia, em torno de 5 detentos foram vistos usando um short azul idêntico aos dos apenados daquela unidade. Uma pessoa ainda teria conversado com um deles, que estava sujo de sangue e que confirmou ter fugido de Alcaçuz. O relato foi repassado pelas testemunhas aos policiais civis na praia Pirangi.

    As forças de segurança ainda realizam uma contagem, para tentar identificar os morto e os fugitivos.


    Por 190rn.com

    Homem é enterrado com US$ 55 mil para agradar a Deus no "julgamento final"

    Um homem instruiu a mulher a enterrá-lo com US$ 55 mil (cerca de R$ 172 mil) para que ele possa agradar a Deus na hora do "julgamento final". A informação é do site Africa News.

    Charles Obong, de Uganda, morreu em dezembro. Ele foi enterrado em um caixão metálico, junto de parentes, no norte do país. No entanto, o sujeito deixou uma instrução para que sua mulher depositasse a dinheirama junto com seus restos mortais.

    A ideia de Obong é poder pagar Deus para que seus pecados sejam perdoados. Ele só não contou quais pecados eram esses. Obongo foi funcionário do ministério do Serviço Público de Uganda por dez anos.

    A mulher de Obong até cumpriu o desejo do marido. O problema é que familiares pegaram o dinheiro quando o corpo foi exumado neste mês. Pelo jeito, melhor do que tentar comprar a vaga no céu é garantir uma boa vida aqui na Terra mesmo. UOL

    Explosão, dois mortos e 23 foragidos no Paraná

    Presos da Penitenciária Estadual de Piraquara I, na Região Metropolitana de Curitiba, fugiram na madrugada deste domingo (15), após uma explosão que abriu um buraco em um dos muros da unidade. De acordo com o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen), 23 detentos escaparam - dois foram mortos na fuga.

    Um helicóptero da Polícia Militar sobrevoa a região, e equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordam veículos suspeitos no Contorno Leste, na BR-116. Segundo a PRF, houve troca de tiros próximo à rodovia, que chegou a ser bloqueada por 15 minutos por volta das 9h30.

    O diretor do Depen, delegado Luiz Alberto Cartaxo Moura, afirmou que presos da Casa de Custódia de Piraquara iniciaram um tumulto, chamando a atenção da PM e dos agentes penitenciários. Enquanto isso, um grupo explodiu um dos muros da penitenciária pelo lado de fora. Neste momento, a polícia reagiu, e  houve troca de tiros.

    Cartaxo suspeita que a ação tenha sido coordenada. Segundo o Depen, havia 640 presos na penitenciária que é gerida integralmente pelo poder público. Este número, de acordo com Cartaxo, está dentro da capacidade do presídio.

    Reféns
    De acordo com a polícia, suspeitos que participam da explosão fazem uma família refém, em Piraquara, próximo ao presídio. A polícia está no local e em negociação com os suspeitos.

    Do G1 PR e da RPC Curitiba

    Currais Novos: Acusado de espancar esposa grávida de 7 meses reage a abordagem policial, tenta pegar arma de policial e acaba baleado

    Nas primeiras horas da manhã desse Domingo, 15, uma ocorrência de violência doméstica acabou com o acusado baleado.

    A esposa do dele, que está grávida de 07 meses, foi espancada junto com a mãe em uma lanchonete localizada no centro de Currais Novos. Mesas e cadeiras também foram quebradas pelo suspeito identificado como José Eufran Santos da Silva, 26 anos.

    A Polícia foi acionada e chegando ao local o mesmo reagiu a abordagem policial, entrou em luta corporal com os PM’s e tentou tomar a arma de um dos Policiais. Ouve reação por parte da guarnição e um disparo de arma de fogo foi efetuado na perna do acusado para contê-lo. Ele foi socorrido pelos próprios policiais e encaminhado até o Hospital Regional Mariano Coelho. Após receber atendimento médico o mesmo foi encaminhado para Natal, tendo em vista, ter fraturado a perna.

    A esposa do acusado e sua mãe foram encaminhadas a Caicó para serem apresentadas a Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.


    *Com informações de J.Junior/PMdeCurraisNovos.Com

    Coletiva a imprensa sem novidades, equipe de segurança mais perdida do que cego em tiroteio

    Agora a pouco terminou a entrevista coletiva a imprensa realizada pela Secretaria de Segurança do RN e nada de novo foi acrescentado aos acontecimentos da guerra entre presos. Governo não confirmou o número real de mortos no confronto entre facções na rebelião ocorrida em Alcaçuz entre ontem e hoje. Apesar do Itep solicitar caminhão frigorífico para colher os corpos mutilados a equipe de segurança preferiu cautela em informar o número exato de mortes. No início da noite está marcada outra coletiva com números e o andamento das operações em Alcaçuz. 

    Clima tenso: Esposas de detentos de facções rivais se agridem em Alcaçuz

    O clima tenso na Penitenciária Estadual de Alcaçuz está alterando os ânimos de quem está do lado de fora do presídio. Mulheres de presos de facções rivais se enfrentaram nesta manhã (15) no local e duas saíram feridas.
    A confusão começou após algumas esposas de homens do PCC (Primeiro Comando da Capital) terem provocado as esposas de detentos do Sindicato do Crime porque souberam informalmente que três homens da facção tinham sido mortos pelos rivais do outro grupo.

    Elas se atacaram com pedaços de pau e duas se machucaram com ferimentos no braço e costas , sendo encaminhadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Parnamirim, após uma representante dos Direitos Humanos intervir. Mesmo assim as mulheres ainda tentaram impedir o atendimento das ambulâncias de umas às outras. No momentos cada grupo de mulheres encontra-se em locais separados, em entradas diferentes da penitenciária. (Novo Jornal)

    “Quem estava no pavilhão 4 eles mataram e arrancaram as cabeças". Relata agente penitenciário

    Rebelião
    Cabeças decapitadas de três detentos da rebelião (Foto via redes sociais)
    O relato de um agente penitenciário que conseguiu escapar da rebelião de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, é assustador. Divulgado através das redes sociais no fim da noite de sábado, conta em detalhes como os detentos do Pavilhão 5 conseguiram invadir a unidade vizinha e iniciar o massacre.

    “Quem estava no pavilhão 4 eles mataram e arrancaram as cabeças. Os que conseguiram sair de alguma forma, escaparam. Quem ficou, morreu”, diz o agente numa gravação de pouco mais de três minutos. Até o fim da noite de ontem o governo admitia que o número de mortos era de pelo menos dez. Um vídeo no entanto, mostra uma carnificina com 17 vítimas.

    Governo do RN emite nota sobre a rebelião nos presídios localizados na grande Natal

    O governo do estado do Rio Grande do Norte emitiu nota a impressa relatando o que foi levantado até o momento sobre a rebelião entre as facções do PCC e Sindicato do RN desde a tarde de ontem (sábado 14).

    Eis a Nota.
    A respeito da rebelião em curso no presídio de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal-RN, o Governo do Rio Grande do Norte esclarece que: 
    1. A rebelião teve início por volta das 17h, partiu de uma briga entre presos dos pavilhões 4 e 5 e está restrita aos dois pavilhões. Estão sendo levantadas informações acerca do envolvimento de facções criminosas. A polícia está trabalhando no local para a contenção da rebelião. 
    2. Não há registro de fugas; 
    3. As informações quanto ao números de mortos e feridos estão em levantamento, com pelo menos 10 mortes confirmadas até o momento; 
    4. Desde o início da noite, o governador do Estado do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, está no Gabinete de Gestão Integrada (GGI), com o secretário de Segurança Pública, Caio César Bezerra; o secretário de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino; o presidente do Tribunal de Justiça, Expedito Ferrreira; o procurador geral de Justiça do RN, Rinaldo Reis; o comandante da PM, André Azevedo; e representantes das polícias civil e federal, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Força Nacional, no comando das medidas para a contenção e resolução do problema nas próximas horas; 
    5. O governador Robinson Faria entrou em contato com ministro da Justiça, Alexandre de Morais, para que o Governo Federal acompanhe a situação do Estado, e pediu reforço da Força Nacional no lado externo do presídio, o que foi autorizado prontamente; 
    6. Não há registro de nenhuma ação externa aos presídios. O problema está restrito a Alcaçuz e a população pode seguir com suas atividades dentro da normalidade. 

    Polícia Federal: confirmado concurso para 1.758 vagas

    Boa notícia para quem pretende ingressar no quadro de servidores da Polícia Federal(PF). Acontece que, segundo informações obtidas junto a responsáveis pelo setor de recursos humanos do órgão, além do concurso em pauta para os cargos de delegado e perito, que aguarda liberação de verbas do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), a corporação já se programa para realizar uma outra seleção, desta vez para as carreiras de agente e escrivão

    Com isto, a PF tem como objetivo oferecer, no decorrer de 2017, 1.758 vagas para preenchimento em seu quadro de pessoal. Destas, 1.200 são para o novo concurso anunciado de escrivão e agente, com 600 vagas cada, e 558 são para a seleção já em planejamento, com 491 postos para delegado e 67 para perito.

    No caso de escrivão e agente, segundo responsáveis pelo setor de recursos humanos, o processo do concurso já foi enviado para o Ministério da Justiça, onde deve ser analisado antes de ser reencaminhado para o MPOG. Já o processo do concurso para delegado e perito tramita no MPOG desde meados de 2016.

    Vale lembrar que, com o decreto 8.326, de 10 de outubro de 2014, o órgão não precisa mais de autorização por parte do MPOG para realizar novos concursos, necessitando apenas de um parecer do órgão sobre as condições financeiras para o preenchimento das vagas. Por JC

    Briga entre facções rivais deixa 10 mortos no maior presídio do RN

    Presos fizeram rebelião na Penitenciária de Alcaçuz, maior presídio do RN
    Fot/PM - Detentos tiveram cabeças decapitadas
    O Governo do Rio Grande do Norte confirmou que acabou na manhã desse domingo (15) a rebelião e que pelo menos dez presos foram assassinados durante uma briga entre facções criminosas na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, região metropolitana de Natal (RN), que começou durante a tarde de ontem.
    Segundo informações da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte, os detentos do presídio Rogério Coutinho Madruga, que fica ao lado de Alcaçuz, invadiram a penitenciária.

    penitenciária, presídio, Alcaçuz, rn, rio grande do norte, polícia militar, pm, bope, blindado (Foto: Fred Carvalho/G1)
    Blindado da PM entrando na Penitenciária de Alcaçuz (Foto: Fred Carvalho/G1)
    A Penitenciária de Alcaçuz tem capacidade para abrigar 620 detentos, no entanto estava com 1.083. Já o Rogério Coutinho Madruga tem capacidade para abrigar 300 presos e não estava com superlotação.