• Últimas Notícias

    quarta-feira, 2 de agosto de 2017

    Motorista relatou pressão de ex-ministro de LULA e Dilma para não denunciar ex-presidente do BB e da Petrobras

    O motorista Sebastião Ferreira da Silva, o ‘Ferreirinha’, relatou ao Ministério Público Federal ter sido pressionado pelo ex-ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República do governo Dilma Rousseff, Gilberto Carvalho, para não depor como testemunha de acusação no âmbito de inquérito aberto em 2014 para investigar suposto enriquecimento ilícito do então presidente do Banco do Brasil Aldemir Bendine.

    Ele também disse, na ocasião, que fez pagamentos em espécie a empresários a mando do executivo em valores de até R$ 182 mil. Os registros das ligações telefônicas de Carvalho e do próprio Bendine ao celular do motorista foram anexados nesta terça-feira, 1, ao processo contra o empresário no âmbito da Lava Jato.

    Bendine está preso no âmbito da ‘Cobra’, 42.ª fase da Lava Jato, sob a acusação de ter pedido e recebido da Odebrecht propinas de R$ 3 milhões. Segundo o Ministério Público Federal, o valor foi repassado em três entregas em espécie, de R$ 1 milhão cada, em São Paulo. Na lista de propinas da empreiteira, o executivo era identificado com o nome do réptil que batizou a Operação que o pôs na cadeia.

    Estado de São Paulo

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.