• Últimas Notícias

    sábado, 22 de julho de 2017

    Futebol: Neymar diz 'sim' ao PSG e acerta contrato de mais R$ 110 milhões por ano

    Neymar avisou o PSG que quer se transferir e já acertou termos de contrato com a equipe francesa, segundo apurou a ESPN. A decisão permite que o clube de Paris avance para pagar a cláusula de rescisão de 222 milhões de euros (R$ 810 milhões) do vínculo do brasileiro com o Barcelona.

    Fontes próximas ao PSG disseram à reportagem que Neymar e seu pai, que mantiveram contato com os donos do clube e o diretor-esportivo Antero Henrique nos últimos dias, acertaram contrato de quatro anos, com ganhos de aproximadamente 30 milhões de euros (R$ 109,5 mi) por temporada.

    Além dessa cifra, que Neymar receberia de forma líquida a cada ano, o acordo prevê ainda o recebimento de luvas, que serão diluídas ao longo do contrato. O astro e seu pai também lucrarão com parte em alguns empreendimentos comerciais da Oryx Qatar Sports Investments em Paris.
    Segundo o jornal francês "Le Parisien", o camisa 11 do Barcelona, que está atualmente no Estados Unidos em pré-temporada, já avisou alguns companheiros que está indo para o PSG.

    A grande questão que definirá a transferência, ou não, de Neymar é a operação financeira que os franceses farão para pagar o que será a maior quantia já paga por um jogador de futebol.

    O orçamento total do PSG na janela, seguindo as regras de fair play financeiro da Uefa, era de 220 milhões de euros (R$ 803 milhões). Contudo, já contratou o também brasileiro Daniel Alves (de graça) e o lateral-esquerdo Yuri Berchiche, fazendo com que a operação por Neymar fosse questionada.

    Ainda que a venda de Jean-Kevin Augustin - que foi para o RB Leipzig, da Alemanha - tenha feito com que o PSG "recuperasse" os 13 milhões de euros (R$ 47,5 milhões) gastos em reforços, outros jogadores ainda precisam ser negociados para que o PSG não corra risco de punições.

    Segundo a apuração da ESPN, vários métodos têm sido considerados para completar a transferência de Neymar, a maioria envolvendo terceiros - como o próprio jogador e a patrocinadora Nike.

    Se tiver sucesso na operação quase bilionária, o PSG ainda pretende aumentar sua lista de reforços. Alexis Sanchez, do Arsenal, segue sendo alvo, enquanto a defesa pode ganhar a chegada do argentino Juan Foyth, do Estudiantes. O também brasileiro Fabinho, do Monaco, é outro que interessa.

    ESPN 

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.