• Últimas Notícias

    sexta-feira, 12 de maio de 2017

    Minha Casa, Minha Vida tem 1,2 mil unidades com obras paradas no RN

    Milhares de famílias inscritas, e algumas já selecionadas, para ter acesso a um imóvel através do Programa Minha Casa, Minha Vida aguardam há anos a conclusão dos empreendimentos, cujas obras foram suspensas por vários motivos. No Rio Grande do Norte, são 1264 unidades em quatro empreendimentos localizados no município de Parnamirim, de acordo com o Ministério das Cidades. Em todo o país, o atraso no repasse às construtoras, falências de empresas responsáveis pelas obras e regularização de documentação mantêm inacabadas as obras de 33.479 unidades habitacionais.

    Um custo bilionário de investimento — 1 bilhão e 300 mil reais, segundo o Ministério das Cidades —, e que equivale a aproximadamente 70% do montante previsto para o programa. Os empreendimentos com obras suspensas, no Rio Grande do Norte são o “Condomínio Ilhas do Caribe” (496 unidades) e o Residencial Irmã Dulce — etapas 1, 2 e 3 — que somam 768 apartamentos. Ambos localizados no município de Parnamirim, município da Região Metropolitana de Natal.

    Não há previsão para retomada dessas obras dos empreendimentos em Parnamirim, segundo o Ministério. São 89 empreendimentos do Programa Minha Casa, Minha Vida nessa situação, no País. Trata-se de moradias destinadas à Faixa 1 do Programa, destinada a atender famílias com renda mensal bruta de até R$ 1.800,00. Essa modalidade opera com recursos oriundos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). Essa modalidade de financiamento é aquela que envolve vários parceiros — em especial as prefeituras — e voltada a famílias com renda mais baixa e que se enquadram em alguns parâmetros de vulnerabilidade social, segundo a Caixa Econômica Federal. ASSESSORIA/FEMURN

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.