• Últimas Notícias

    sexta-feira, 24 de março de 2017

    Polícia prende casal suspeito de tentar roubar casa de policial militar

    Uma equipe da 2a Delegacia de Polícia Civil de Natal, com apoio de policiais militares, prendeu na tarde desta sexta-feira (24) um casal que é suspeito de ter tentado assaltar uma casa de um policial militar, na última quinta-feira (23). 

    Foram presos Gabriela Nascimento da Costa e Felipe Domingos Camilo quando estavam em uma residência à rua Santa Inês, no bairro de Pajuçara. A dupla é suspeita de ter praticado o crime, em uma casa que fica no conjunto Potilândia, no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal. Na casa do suspeito, a Polícia encontrou uma pistola PT 100 com três carregadores, da Polícia Militar, o veículo modelo Peugeot que foi usado no crime contra o policial militar em Potilândia, um outro carro modelo Cross Fox e uma motocicleta. 

    Os policiais civis receberam informações da localização do casal nesta manhã de sexta-feira, depois de receberem denúncias anônimas pelo Disque Denúncia 181. Quando chegaram a residência, o homem efetuou tiros contra os policiais e fugiu em direção a casa de uma vizinha, onde fez uma mãe e sua filha como reféns. Uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foi até o local e conseguiu a rendição do suspeito. 

    Gabriela Nascimento da Costa foi presa em flagrante pelo crime de receptação. Na casa do casal, os policiais encontram vários objetos roubados, como celulares, bolsas e joias. Felipe Domingos já havia sido preso duas vezes pela prática de roubos. (SESED)

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.