• Últimas Notícias

    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

    Saúde: Sesap orienta sobre vacinação contra febre amarela para viajantes

    vacina contra a febre amarela é ofertada no Calendário Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) e é enviada, mensalmente, para todo o país. Em 2016, foram repassados aos estados mais de 16 milhões de doses, sendo que para o Rio Grande do Norte foram disponibilizadas 36.400 doses. Todos os municípios estão abastecidos com a vacina e o RN tem estoque suficiente para atender a população nas situações recomendadas. 

    Deste modo, a recomendação de vacinação para a população continua a mesma: toda pessoa que reside em Áreas com Recomendação da Vacina contra febre amarela e pessoas que vão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata dentro dessas áreas, devem se imunizar. Para as pessoas que necessitam se deslocar para Estados ou países onde há recomendação de vacina contra a febre amarela que procurem os postos de saúde com antecedência mínima de dez dias para se vacinar. 

    Para quem necessita da certificação internacional para febre amarela, ele pode ser emitido no porto, aeroporto e na sede da ANVISA no setor de orientação ao viajante, localizada na avenida Alexandrino de Alencar, Nº 1402 Tirol Natal/RN, telefone 3222-2093. 

    A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) alerta para a necessidade dos municípios serem rigorosos quanto aos critérios para vacinação, visto que os estoques da vacina pelo Ministério da Saúde estão sendo direcionados para controlar a epidemia nos Estados que necessitam de medidas mais rigorosas para vacina. 

    Ademais, devem informar e vacinar viajantes de seus municípios que se dirigem para áreas onde é obrigatória a certificação da vacina contra a febre amarela e ainda, que não há critérios epidemiológicos para recomendação de vacina para a população do RN que não se enquadre nos critérios anteriores (viajantes). No mundo, são raros os relatos de efeitos secundários graves da vacina contra febre amarela, mas existem riscos. 

    Deste modo, a vacina contra a febre amarela não deve ser administrada nos seguintes casos: 
    - Pessoas com doença febril aguda, cujo estado de saúde geral está comprometido; 
    - Pessoas com histórico de hipersensibilidade a ovos de galinha e/ou seus derivados; 
    - Mulheres grávidas, exceto em uma emergência epidemiológica e situações em que há recomendação expressa de autoridades de saúde; - Pessoas severamente imunodeprimidas por doenças (por exemplo, cancro, leucemia, aids etc.) ou medicamentos; 
    - Crianças com menos de 6 meses de idade (consulte a bula do laboratório da vacina); 
    - Pessoas de qualquer idade com uma doença relacionada ao timo; - Pessoas com mais de 60 anos devem receber a vacina após avaliação médica. 

     Apesar do Rio Grande do Norte se localizar fora da área de risco para a febre amarela, desde o mês de janeiro de 2016, a Sesap vem intensificando as ações de monitoramento das notificações de casos e de óbitos suspeitos por arboviroses que apresentam manifestações hemorrágicas, considerando o contexto de circulação de diversas arboviroses (como zika, dengue e chikungunya) transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. 

    No RN, especialmente na região metropolitana, são considerados casos suspeitos de Febre Amarela: a) Óbitos por síndrome febril ictérica e/ou hemorrágica: caso de óbito com quadro febril ícterico e/ou hemorrágico sem causa definida; b) Casos de síndrome febril ictérica e/ou hemorrágica: caso com quadro febril ictérico e/ou hemorrágico sem causa definida; A ocorrência de casos suspeitos deve ser comunicada ao CIEVS Estadual através do 0800-281 2801 ou 3232-2801 e notificada através do SINAN. -

    http://www.rn.gov.br

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.