• Últimas Notícias

    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

    Mito: Desempenho crescente em pesquisa para presidente coloca Bolsonaro na disputa direta com Lula

    Resultado de imagem para bolsonaro presidente
    Um dia após ser apontado como segundo colocado no cenário de votos espontâneos na pesquisa CNT/MDA para a disputa presidencial de 2018, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) manteve a rotina de participar de eventos militares, segmento onde espera contar com o maior número de votos na próxima eleição.

    O levantamento apontou que Bolsonaro tem 6,5% das intenções de votos espontâneos para a Presidência, atrás apenas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (16,6%), de acordo com CNT/MDA. "Tenho conversado na minha andança pelo Brasil. Em vários Estados, o pessoal tem dito que acredita que eu possa ser uma opção para o Brasil", disse o deputado à reportagem.

    Por volta das 8h30, Bolsonaro discursou no clube de bombeiros de Brasília sobre temas que têm feito parte de suas agendas, como problemas na segurança e previdência dos militares. Após deixar o local, foi para o plenário da Câmara, onde recebeu vários cumprimentos antes de deslocar para o Rio. Saiba mais: Aposentadoria de militares só será discutida após a reforma da Previdência

    Contrariado com a direção do PSC, o deputado afirma que não vai disputar a próxima eleição pelo partido. "É decisão tomada da minha parte. Eu vou procurar outro partido. Pretendo até setembro no máximo estar definido", ressaltou. Com informações EM

    Resultado de imagem para banner anuncie aqui gif

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.