• Últimas Notícias

    sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

    Vingança em família: Neto mata delegado federal no mesmo local onde mãe foi assassinada

    A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, motocicleta e atividades ao ar livre
    O delegado aposentado da Polícia Federal Milton Omena Farias foi assassinado a facadas nesta sexta-feira, 27, pelo neto, Milton Omena Farias Neto, 23 anos, em um condomínio de luxo, no município de Paripueira, litoral norte de Alagoas. As primeiras informações dão conta que o rapaz teria discutido com o avô e entrado em vias de fato.

    O delegado aposentado estava sendo investigado pela morte da filha, a jornalista Márcia Rodrigues Farias, de 48 anos, encontrada morta na mesma residência, com quatro disparos de arma de fogo, fato registrado no dia 14 de agosto do ano passado.

    Márcia Farias e o filho Milton Omena Farias Neto
    Márcia Farias e o filho Milton Omena Farias Neto
    Nesta sexta-feira (27) haveria uma entrevista coletiva da Secretaria de Segurança Pública para revelar a versão oficial da polícia sobre a morte de Márcia. No entanto, a assessoria de comunicação da SSP informou o adiamento da entrevista “devido a um imprevisto com a comissão de delegados responsáveis pelo inquérito” e o caso sofreu uma reviravolta.

    Logo após o comunicado do adiamento, a SSP confirmou o assassinato de Milton Omena Farias e que o autor seria o filho de Márcia Farias. “É uma tragédia que infelizmente está confirmada. O autor foi o próprio neto, que tem o mesmo nome do avô. Os dois teriam discutido, entraram em vias de fato e em seguida, o assassinato. O rapaz não tentou fugir e estava visivelmente perturbado”, disse o delegado da região, Tarcísio Vitorino, que ainda vai autuar Milton Neto por homicídio.

    Com informações do Site Alagoas 24 horas

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.