• Últimas Notícias

    sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

    Mistério: Astrônomos registram explosões de rádio vindas do espaço

    Uma das raras e breves explosões de ondas cósmicas de rádio que confundiram os astrônomos, desde que foram detetadas há quase 10 anos, foi finalmente ligada a uma fonte: uma galáxia anã antiga a mais de 3 mil milhões de anos-luz da Terra.

    As explosões rápidas no rádio, que piscam por apenas alguns milissegundos, criaram agitação entre os astrônomos porque pareciam estar vindo de fora da nossa Galáxia, o que significa que teriam de ser muito poderosas para serem avistadas da Terra, e porque nenhuma dessas observadas pela primeira vez foram vistas novamente.

    No entanto, uma explosão repetida foi descoberta em 2012, proporcionando uma oportunidade para uma equipa de investigadores monitorizar repetidamente a sua área do céu com o VLA (Karl Jansky Very Large Array) no estado norte-americano do Novo México e o radiotelescópio de Arecibo em Porto Rico, na esperança de determinar a sua localização.


    Graças ao desenvolvimento de gravação de dados a alta-velocidade e a software de análise de dados em tempo real, por um astrônomo da Universidade da Califórnia, Berkeley, o VLA detetou no ano passado um total de nove explosões durante um período de um mês, o suficiente para localizá-las dentro de uma área com um décimo de segundo de arco no céu. Subsequentemente, maiores interferómetros de rádio europeus e americanos localizaram as explosões até um centésimo de segundo de arco, numa região com aproximadamente 100 anos-luz em diâmetro.


    As imagens profundas dessa região, pelo Telescópio Gemini Norte no Hawaii, mostraram a existência de uma galáxia anã muito ténue no visível, que o VLA subsequentemente descobriu também emitir continuamente ondas de rádio de baixo nível, típicas de uma galáxia com um núcleo ativo talvez indiciativo de um buraco negro supermassivo central. A galáxia tem uma baixa abundância de elementos que não hidrogênio e hélio, o que sugere que a galáxia se formou durante a meia-idade do Universo.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.