• Últimas Notícias

    sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

    Prefeita eleita de Campestre mantém silêncio sobre lista de seu secretariado a duas semanas da posse

    A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
    Faltando menos de duas semanas para a posse da nova prefeita eleita de São José do Campestre a professora Alda Romão ainda não divulgou a lista do seu secretariado e demais auxiliares. Diferentemente de outros municípios potiguares que já anunciaram suas equipes, a futura administração parece seguir o que seus antecessores fizeram, deixar para anunciar após as festividades de Santos Reis.

    Nos bastidores alguns nomes já correm a boca miúda mas extra-oficialmente, criando assim uma expectativa entre os munícipes.  A prefeita Alda juntamente com a vice-prefeita Eliza Borges, vereadores e suplentes foram diplomados na tarde de quinta-feira (15) na Câmara Municipal daquele município. 

    Litro da gasolina sobe R$ 0,05 na última semana

    Resultado de imagem para aumento da gasolinaO preço médio do litro da gasolina aumentou R$ 0,05 na última semana, saindo de R$ 3,691 para R$ 3,742. Foi a segunda semana consecutiva de reajuste do combustível. A alta, de 1,38%, ocorreu após a Petrobras anunciar, no último dia 5, a elevação de 8,1% no preço do combustível na refinaria.

    Na semana anterior ao anúncio da estatal, o litro da gasolina custava, em média, R$ 3,655. Entre os dias 4 e 10 de dezembro, quando foi feito o comunicado, o combustível sofreu uma alta de R$ 0,036, ou 0,98%.Nas duas últimas semanas antes do anúncio da Petrobras o preço ficou praticamente estagnado, com leve queda de 0,27%. A média do litro do combustível passou de R$ 3,665 para R$ 3,655.

    Dilma se irrita com pergunta sobre incompetência feita por jornalista da Al Jazeera

    Resultado de imagem para Dilma se irrita com pergunta sobre incompetência feita por jornalista da Al JazeeraA ex-presidente Dilma Rousseff ficou irritada durante uma entrevista que concedeu ao programa "UpFront", da rede de televisão Al Jazeera, do Catar. A petista se exaltou e subiu o tom de voz quando o jornalista Mehdi Hasan questionou se ela era cúmplice ou incompetente já que dizia não ter conhecimento dos esquemas de corrupção na Petrobras.

    "Há uma diferença, e há no mundo inteiro, entre um conselho e uma diretoria executiva. Nem todos os membros da diretoria sabiam que aqueles diretores da Petrobras tinham mecanismos de corrupção e estavam se enriquecendo de forma indevida", respondeu.

    Um outro momento tenso da entrevista foi quando o jornalista perguntou se Dilma negava a participação de membros do PT e ex-ministros no escândalo da estatal. "Não é meu papel aqui julgar ninguém", disse a petista.

    A entrevista foi gravada no Rio de Janeiro, onde Dilma mora desde que foi definitivamente afastada da presidência.

    Correios devem anunciar plano de demissão voluntária na próxima semana

    Resultado de imagem para correiosO presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), Guilherme Campos, disse hoje (16) que a empresa fará um plano de demissão voluntária como medida para amenizar os prejuízos registrados recentemente. Segundo ele, o plano deverá ser anunciado na semana que vem.

    “O plano está na fase final de autorização, já tendo sido feito todo trabalho e todas as autorizações necessárias no ministério ao qual somos afetos, que é o das Comunicações. Temos o ok do ministério e [o caso] foi encaminhado à Cest [Coordenação de Controle de Empresas Estatais], no Ministério do Planejamento. Pelo andar da carruagem, até semana que vem estaremos prontos para anunciar”, disse o ministro após participar de uma cerimônia da campanha Papai Noel dos Correios, no Palácio do Planalto.

    Segundo Campos, o plano tem como foco os servidores que já têm idade para se aposentar ou já são aposentados pelo INSS. Os valores serão pagos ao longo de oito anos. A expectativa é de que, entre os mais de 13 mil funcionários elegíveis pelas regras do plano, haja uma adesão entre 6 mil e 8 mil, nos 5 meses de vigência da adesão.

    Campos informou que os Correios tiveram prejuízo de R$ 2,1 bilhões em 2015 e que, em 2016, a expectativa é de que esse prejuízo fique novamente na casa dos R$ 2 bilhões. “Mas com todas as medidas que estão sendo executadas, esperamos já em 2017 reverter esse cenário e apresentar resultado muito mais positivo”.

    Agência Brasil

    kakakakakaka: Dani Winits posta foto com parede torta e seguidores insinuam retoque: ‘cuidado em afinar a cinturinha demais’

    Enquanto o filho mais velho, Noah, de 8 anos, cortava o cabelo, Danielle Winits decidiu fazer uma foto no espelho para registrar o momento e postar nas redes sociais. Até aí, tudo bem, mas logo que a imagem foi publicada, os seguidores da atriz perceberam que a parede estava com uma curva, e logo insinuaram que pode ter feito algum retoque.
    danielle-winits-parede-torta-cabeleireiro
    "Meu Deus, pra que isso? Tanto Photoshop se não é real. A parede toda torta"; "Tem uma foto no seu Photoshop"; "Depois conserta a parede"; "Miga sua louca, conserta a parede"; "Cuidado em afinar a cinturinha demais"; "Morri com essa parede"; "Que parede é essa? Assim qualquer um fica sem defeitos", foram alguns dos comentários deixados pelos seguidores. (Extra)

    Avaliação negativa de Temer cresce 9 pontos e vai a 64%, afirma Ibope

    Foto: Dida Sampaio

    A avaliação negativa do governo do presidente Michel Temer (PMDB) aumentou para 46% em dezembro, segundo pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta sexta-feira, 16. No levantamento anterior, realizado em setembro e divulgado em outubro deste ano, o porcentual dos que avaliavam o governo como ruim ou péssimo era de 39%.


    A aprovação pessoal de Temer também piorou, com uma queda de nove pontos porcentuais. O levantamento atual mostra que 64% dos entrevistados disseram desaprovar a maneira do presidente governar. Em setembro, esse porcentual era de 55%. Já os brasileiros que aprovam a forma como o presidente administra o País oscilaram de 28% para 26% desde setembro. Outros 10% não sabem ou não responderam essa questão em dezembro, ante 17% em setembro. (Estadão Conteúdo)

    Vírus misteriosocausa dor muscular e deixa urina preta em Salvador

    Dor muscular extrema e urina na cor preta. Esses são os principais sintomas de uma doença que já levou ao menos 9 pessoas aos hospitais de Salvador nos últimos dias e que, em casos mais graves, pode levar a insuficiência renal. À frente das investigações sobre a doença, Dr. Gúbio Soares, pesquisador do laboratório de virologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e doutor em virologia, afirma que a enfermidade é causada por um vírus ainda não identificado.

    "Nós já sabemos que é um vírus que causa a doença, mas ainda não determinamos qual o tipo", afirma Dr. Gúbio, que acrescenta já ter coletado amostras de pacientes, para tentar identificar o vírus. "Precisamos de cerca 10 a 15 dias para conseguirmos fazer essa identificação".

    O especialista acredita que a transmissão seja via oral, através do aparelho respiratório. Ele destaca que outro sintoma da doença é o aumento no organismo da enzima CPK, que atua na regulação do metabolismo dos tecidos contráteis, como os músculos esquelético e cardíaco.

    "Teve paciente com índice de CPK de 100 mil unidades por litro de sangue, enquanto o normal é 200 unidades por litro", falou Dr. Gúbio. "Por isso, como há risco de insuficiência renal, os pacientes devem ficar internados até a urina voltar à cor normal", afirma.

    A estudante Giovana Colavolpe, de 24 anos, foi uma das pessoas que tiveram a doença em Salvador. Ela conta que o namorado dela, Tiago Pavan, teve os mesmos sintomas, no mesmo período que ela.

    "Na última sexta (9), eu senti uma dor muito forte no corpo inteiro. Começou no pescoço, foi irradiando e pegou o corpo inteiro. Eu tomei um relaxante muscular e não fez efeito, depois tomei um segundo comprimido e senti uma leve melhora. Quando acordei na manhã de sábado (10), estava ainda com dor e fui para o hospital", conta Giovana, que relata ainda que a dor era insuportável.

    "Quando você pensa em se mover, dói todos os músculos que você utiliza para fazer o movimento que você quer. É uma dor que eu não quero para o meu pior inimigo", fala a estudante.

    Segundo Giovana, ela ficou internada no hospital de sábado até a última quarta-feira (14), quando recebeu alta. O médico infectologista Antônio Bandeira diz que o tratamento é feito com hidratação e analgésico. "O paciente não deve, em hipótese nenhuma tomar anti-inflamatório, porque pode piorar a função renal", adverte. O tempo de melhora, em média, dura três dias.

    O médico afirma que a capital baiana vive um surto da doença. "É um surto. Anteriormente não tínhamos registro da doença, e agora já são 9 casos. Isso configura um surto", diz Dr. Antônio Bandeira.

    De acordo com ele, dos nove pacientes confirmados, três ficaram com a urina preta e, dessas, uma paciente evoluiu para a insuficiência renal. "Apesar do quadro, a insuficiência foi temporárira e ela melhorou", conta o médico.

    Através de nota, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informou que já foi notificada sobre a doença e que está investigando os casos.

    Fonte: G1

    Internet da Oi é considerada a pior do Brasil, segundo pesquisa da Netflix

    Recentemente o serviço de streaming Netflix, fez uma pesquisa que não agradou nenhum pouco as operadoras de telefonia que prestam serviço de internet no Brasil. Tabelando um ranking da pior e melhor prestadora de internet no mercado.

    A operadora OI foi considerada a pior dentre as 6 prestadoras presentes no Brasil, oferecendo apenas 2,01 Mbps por segundo – Enquanto a Live TIM oferece 3,22 Mbps por segundo. Para se ter ideia, a diferença é de quase 1000 mb por segundo, de serviços que em teoria, oferecem a mesma velocidade. (180 Graus)

    Salário mínimo de R$ 945,00 é aprovado pelo congresso nacional

    Resultado de imagem para salário mínimo 2017O Congresso Nacional aprovou o Orçamento Geral da União para 2017, que fixa os gastos federais em R$ 3,5 trilhões e estabelece o salário mínimo de R$ 945,80 para o próximo ano. Com a aprovação, o texto segue agora para sanção presidencial.

    A votação se deu por conta de um acordo entre governo e oposição que antes de ser votado o projeto, primeiro foi analisado os vetos presidenciais.

    Pelo acordo, seis foram mantidos. Os três restantes foram derrubados. O primeiro restabelece a previsão de adicional de insalubridade para agentes comunitários de saúde; o segundo trata da repactuação de dívidas do (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o terceiro, da criação do Programa de Fomento às Atividades Produtivas de Pequeno Porte Urbanas.

    General admite intervenção militar se houver clamor das ruas

    O general da reserva Rômulo Bini Pereira, ex-chefe do Estado Maior do ministério da Defesa, admitiu a intervenção militar como saída para a crise política que envolve os três Poderes da Republica. Em artigo publicado nesta quinta-feira (15) no jornal O Estado de S. Paulo (leia íntegra abaixo), o militar escreve: “Se o clamor popular alcançar relevância, as Forças Armadas poderão ser chamadas a intervir, inclusive em defesa do Estado e das instituições”.

    Um dos mais influentes militares das gerações que atuaram durante a ditadura militar, o general faz uma análise da situação política brasileira, critica o Congresso Nacional e até o governo. Segundo ele, a elite política empurra o Brasil para o brejo. Sob o título de “Alertar é Preciso 2”, o artigo do general diz que as Forças Armadas serão a “última trincheira defensiva desta temível e indesejável ida para o brejo”. E conclui: “Não é apologia ou invencionice. Por isso, repito: alertar é preciso”.
    No longo artigo, o general faz uma análise da situação política no Brasil e no Mundo. Critica o Congresso por ter acrescentado punições ao Judiciário entra as medidas de combate à corrupção propostas pelo Ministério Público. Sem citar o nome, lembra que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), é réu por peculato e afrontou uma decisão de um ministro do Supremo que determinou seu afastamento do cargo, por estar na linha sucessória presidencial. Também citou “um grande número de parlamentares envolvidos em processos judiciais”.

    STJ decide que desacato a autoridade não é mais crime

    Resultado de imagem para desacato a autoridade
    A Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu nesta quinta-feira (15) que desacato a autoridade não pode ser considerado crime porque contraria leis internacionais de direitos humanos.

    Os ministros votaram com o relator do caso, Ribeiro Dantas. Ele escreveu em seu parecer que "não há dúvida de que a criminalização do desacato está na contramão do humanismo porque ressalta a preponderância do Estado --personificado em seus agentes-- sobre o indivíduo".

    "A existência de tal normativo em nosso ordenamento jurídico é anacrônica, pois traduz desigualdade entre funcionários e particulares, o que é inaceitável no Estado Democrático de Direito preconizado pela Constituição Federal de 88 e pela Convenção Americana de Direitos Humanos", acrescentou.

    Segundo o artigo 331 do Código Penal, é crime "desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela". A pena prevista é seis meses a dois anos de detenção ou multa. Por UOL

    Pessoas físicas e empresas poderão parcelar dívidas com Receita e Previdência

    Resultado de imagem para dívidas tributáriasO programa de regularização de dívidas tributárias anunciado nesta quinta-feira (15) pelo governo valerá para pessoas físicas e empresas, mas abrangerá apenas dívidas com a Receita Federal e com a Previdência Social vencidas até 30 de novembro de 2016. Débitos inscritos na dívida ativa não estão incluídos no parcelamento.

    Quem questiona na Justiça alguma dívida com a Previdência ou a Receita terá de desistir do processo para aderir ao refinanciamento. As empresas terão um benefício adicional e poderão abater créditos tributários (recursos que têm direito a receber do Fisco) e prejuízos de anos anteriores do saldo remanescente das dívidas. 

    Nesse caso, as perdas precisarão ter sido apuradas até 31 de dezembro de 2015 e declaradas até 30 de junho deste ano.