• Últimas Notícias

    terça-feira, 22 de novembro de 2016

    Dorgival Dantas fará palestra para servidores da JFRN nesta quinta-feira 25

    Resultado de imagem para dorgival dantasO cantor e compositor Dorgival Dantas ministrará a palestra “Da Peleja Nordestina ao Reconhecimento Nacional” na próxima quinta-feira, às 16h, para servidores da Justiça Federal do Rio Grande do Norte. 

    O evento é realizado em parceria com a Coordenadoria da Infância e Juventude, da Justiça Estadual, que tem a frente o magistrado José Dantas de Paiva, primo do compositor. Para o evento, o artista não cobrou cachê. A palestra integra a extensa programação desenvolvida para comemorar o Dia do Servidor. 

    “Os servidores da Justiça Federal do Rio Grande do Norte e da Coordenadoria da Infância e Juventude serão brindados com uma palestra que traz muito da história de vida e dos ensinamentos deste grande cantor e compositor, que é Dorgival Dantas”, afirmou o Juiz Federal Marco Bruno Miranda, Diretor do Foro da JFRN.

    Peritos oficiais do ITEP paralisam atividades nesta terça-feira (22)

    Cobrando a realização de concurso público e estruturação da carreira, os peritos oficiais do Instituto Técnico e Científico de Polícia (ITEP) paralisam as atividades nesta terça-feira, 22. A informação é do Sindperitos do RN.

    Os exames periciais em equipamentos de informática, de adulteração de veículos, exames grafotécnicos, balística e ocorrências sem mortes violentas serão paralisados. Com relação a Medicina legal, apenas serão realizadas as necropsias e até 18 horas.

    Homem é preso por ameaçar explodir carro-bomba em procissão na cidade de Macaíba

    A Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu na manhã desta terça-feira (22) um comerciante suspeito de ameaçar construir um carro-bomba para explodi-lo durante a procissão da padroeira de Macaíba, município da Grande Natal

    O evento, que encerra a programação de homenagens à Nossa Senhora da Conceição, está previsto para o dia 8 de dezembro. Assustado, o padre da cidade avisou a polícia, que conseguiu um mandado de prisão que enquadra o homem na nova Lei Antiterrorismo.

    Lei Antiterrorismo
    Sancionada em março deste ano, a nova Lei Antiterrorismo considera ato de terrorismo “usar ou ameaçar usar, transportar, guardar, portar ou trazer consigo explosivos, gases tóxicos, venenos, conteúdos biológicos, químicos, nucleares ou outros meios capazes de causar danos ou promover destruição em massa”. E classifica como atos de terror “incendiar, depredar, saquear, destruir ou explodir meios de transporte ou qualquer bem público ou privado”. Também prevê as ações de "interferir, sabotar ou danificar sistemas de informática ou bancos de dados". A nova lei ainda definiu terrorismo como “a prática de atos por razões de xenofobia, discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia ou religião, com a finalidade de provocar terror social ou generalizado, expondo a perigo pessoa, patrimônio, a paz pública ou a incolumidade pública”. A pena varia de 12 a 30 anos de prisão em regime fechado.


    Portal G1/RN