• Últimas Notícias

    sexta-feira, 28 de outubro de 2016

    Rio Grande do Norte tem maior crescimento na taxa de homicídios, diz anuário de segurança

    Resultado de imagem para homicidios no RN
    Em números absolutos o Rio Grande do Norte é o terceiro do país, mas é o estado brasileiro que registrou o maior crescimento na taxa de homicídios em 2015. Passou de 34,9 para 48,6 o número de assassinatos para cada grupo de 100 mil habitantes. E das capitais, Natal foi a cidade que teve o maior aumento proporcional: saltou de 39,8 para 78,4. Os dados, inéditos, estão no 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados nesta sexta-feira (28).

    O estudo revela ainda que, no ano passado, cerca de 160 pessoas foram assassinadas por dia no Brasil, uma pessoa a cada nove minutos . No total, 58.383 pessoas foram mortas violentamente e intencionalmente no país, retração de 1,2% em relação a 2014.

    Cabo da PM e assaltante são mortos durante tiroteios em Caicó, RN

    Cabo Gonzaga ainda foi atendido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos  (Foto: Arquivo Pessoal)
    Cabo Gonzaga não resistiu aos ferimentos e veio a óbito 
    Um cabo da reserva da Polícia Militar e um suposto assaltante morreram na manhã desta sexta-feira (28) durante dois confrontos armados no bairro Samanaú, em Caicó, cidade da região Seridó do Rio Grande do Norte. Um segundo suspeito foi preso. O militar morto foi identificado como Luiz Gonzaga de Lima, de 57 anos.

    De acordo com a PM, a primeira troca de tiros aconteceu em um mercadinho onde o militar trabalhava como segurança. Ainda não se sabe se o alvo era o estabelecimento ou se os criminosos queriam roubar a arma do policial. O fato é que os criminosos, que se aproximaram a pé, chegaram atirando. Gonzaga levou dois tiros no peito e um na cabeça. Os criminosos fugiram em seguida. Ainda segundo a polícia, o Samu foi chamado e tentou reanimar o cabo, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu dentro da ambulância.

    Guarnições da PM partiram em busca dos criminosos e pouco tempo depois se depararam com um deles em meio a uma região de mata fechada. Houve novo confronto e o suspeito acabou baleado. Ele ainda foi socorrido pela viatura, mas morreu a caminho do hospital. O homem ainda não foi identificado. Já o segundo suspeito, foi localizado dentro de uma casa e acabou preso.

    Portal G1/RN