• Últimas Notícias

    sábado, 9 de janeiro de 2016

    Alerta: Terrorista vive como professor no Brasil, para onde veio com bolsa do governo federal e é investigado pela PF

    Terrorista membro da Alqeada é acusado de planejar atentados na França, 
    De sandálias de couro, instalado numa sala pequena no 3º andar do departamento de Física dysique du rôle atribuído aos cientistas. 

    É magro, tem olheiras profundas e trabalha em uma pequena escrivaninha aboletada de livros. Disciplinado, Hicheur, toda sexta-feira, se desloca para fazer suas orações numa mesquita na zona norte do Rio de Janeiro. Argelino de nascimento e naturalizado francês, Hicheur tem um segredo em sua biografia que o pôs sob investigação da Polícia Federal brasileira. 

    Em 2009, ele foi preso e condenado na França a cinco anos de detenção pela acusação de planejar atentados terroristas.

    A Suíça considerou grave não foi impedimento para que Hicheur viesse para o Brasil, onde ele entrou em 2013 depois de obter uma bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento
    Científico e Tecnológico (CNPq). O órgão diz que, ao contratar, faz “análise baseada no mérito científico da proposta e no currículo do candidato”. Desde então, Hicheur vive no Rio e tem visto de trabalho  garantido pela Universidade Federal do Rio Janeiro até julho deste ano.

    Casal é flagrado fazendo sexo dentro de necrotério

    Resultado de imagem para sexo dentro de necrotérioA diretoria do Conjunto Hospitalar de Sorocaba  (CHS) abriu esta semana uma apuração preliminar para investigar uma denúncia de um casal que teria sido flagrado tendo relações sexuais dentro do necrotério do Hospital Regional. O caso ocorreu na noite do dia 27 de dezembro de 2015 e foi relatado por uma funcionária que entrou na sala para deixar o corpo de um bebê.
    Segundo outra funcionária, que prefere ter a identidade preservada, a mulher que levava o corpo ao necrotério denunciou o caso à diretoria do hospital.
    A suspeita é que os dois envolvidos sejam funcionários terceirizados que trabalham na UTI. “Esse caso chocou todo mundo aqui. Ficamos horrorizados”, diz.
    De acordo com a diretoria do CHS, a apuração será feita para identificar os supostos funcionários. Se o fato for confirmado, serão tomadas as medidas cabíveis. No entanto, não foram divulgados mais detalhes sobre as providências.
    G1

    Integrante do Estado Islâmico mata a própria mãe após ela pedir que deixasse grupo

    Foto: Reprodução de InternetUm integrante do Estado Islâmico matou a própria mãe após ela tentar fazer com que o filho abandonasse o grupo terrorista.
    A execução aconteceu nesta quinta-feira, na cidade de Raqqa, na Síria, no topo de um prédio, e foi acompanhada por uma multidão, segundo o "Daily Mail".
    Ali Saqr al-Qasem, de 20 anos, usou um rifle na execução da mãe, de 35. Ainda não se sabe se ele a matou por vontade própria, na intenção de mostrar sujeição e lealdade ao EI, ou se recebeu ordem para tal. Lena al-Quasem acabou presa após o filho entregar seus planos ao Estado Islâmico.
    A mulher foi acusada de apostasia e teria pedido que o filho deixasse o grupo e fugisse da Síria com ela. *Por SRZD

    Ovnis: JFK teria morrido por querer revelar assuntos ufológicos, diz pesquisador do assunto

    JFK queria revelar verdadee sobre os ovnis por temer que os soviéticos confundissem os objetos com aviões espiões norte-americano (Google)Morto a tiros, em dia 22 de novembro de 1963, em Dallas, Texas, quando realizava um desfile de carro a céu aberto pelas ruas da cidade, o presidente norte-americano John Fitzgerald Kennedy (29 de maio de 1917 / 22 de novembro de 1963), é um dos personagens mais emblemáticos da política estadunidense.

    Apesar de o FBI ter acusado formalmente Lee Harvey Oswald, de ter disparado os tiros que culminaram na morte de Kennedy, até hoje muitas pessoas não acreditam na versão oficial do governo dos Estados Unidos.

    Um desses indivíduos é o especialista em ufologia Scott C. Waring. Ele afirma que o presidente foi assassinado dez dias após enviar uma carta ao chefe da Central de Inteligência Americana (CIA), exigindo que a agência revelasse ao público todas as informações obtidas sobre os objetos voadores não identificados (ovnis/ufos).

    Conforme Waring, Kennedy também enviou uma carta à Agência Espacial Americana (Nasa),requisitando a cooperação com os soviéticos sobre a questão dos ovnis.

    No entendimento do ufólogo, a maior preocupação de JFK era que os soviéticos confundissem os ovnis com aviões norte-americanos de espionagem, fato que poderia desencadear uma guerra de proporção nuclear.

    Apesar da teoria, Lee Harvey Oswald, responsável pela morte de JFK, que também foi assassinado antes de chegar a julgamento, é apontado como o único autor da tragédia.
    Ao que tudo indica, nunca chegaremos à raiz dessa conspiração.


    Fonte: History

    Aborto Legal: Mulher realiza aborto de feto com anomalia após autorização judicial

    11918-NOAAJYUm juiz de Goiânia autorizou o aborto de um feto diagnosticado com Síndrome de Edwards, doença genética que causa uma série de más-formações e cuja expectativa mediana de vida varia entre 2 e 14 dias. A paciente interrompeu a gravidez durante a 25º semana.

    Após o diagnóstico, a gestante recorreu ao Judiciário para poder realizar o aborto. O argumentou se baseou no fato de que o feto não sobreviveria e que ela própria, se levasse a gravidez adiante, estaria sujeita a desenvolver doenças psicológicas.
    O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 1ª Vara Criminal de Goiânia, julgou o pedido procedente e argumentou que o direito à vida não é absoluto, permitindo exceções:“O feto não tem possibilidade de sobrevivência fora do útero materno. Como conseqüência, não precisa de preservação”, disse


    O poder judiciário já havia autorizado a interrupção de outras gestações de bebês diagnosticados com a Síndrome de Edwards, nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. 
    *Por JurisOffice

    Sonho ficando distante. Minha Casa, Minha Vida vai aumentar

    Resultado de imagem para minha casa minha vidaA prestação mensal do financiamento para a faixa de renda mais baixa do Programa Minha Casa, Minha Vida vai sofrer reajuste neste ano. O aumento na prestação vai passar a valer para os novos contratos do programa habitacional, que começarão a ser assinados até fevereiro.
    Por e-mail, o Ministério das Cidades confirmou à Agência Brasil o reajuste nos novos contratos do programa para a prestação mínima. De acordo com a assessoria, no entanto, a nova mensalidade ainda não foi definida.
    A prestação mínima atual para os beneficiários da Faixa 1 do programa é R$ 25.  O novo valor está sendo discutido pelo governo e deve ser anunciado antes do início das contratações da terceira fase do Minha Casa, Minha Vida, no final deste mês ou no começo de fevereiro.