• Últimas Notícias

    sábado, 17 de dezembro de 2016

    Decisão do Supremo Tribunal afeta servidores do RN

    O servidor estadual do Rio Grande do Norte recebe mais um baque com a publicação da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (16), que declara inconstitucionais os artigos 15 e 17 da Constituição do Estado.

    O primeiro assegurava ao servidor com tempo mínimo de cinco anos de exercício, e dois em órgão diferente daquele de sua lotação de origem, o direito de optar pelo enquadramento definitivo no órgão que estivesse servindo, em cargo ou emprego equivalente, quanto à remuneração e atribuições.

    Já o Art. 17 assegurava ao servidor o acesso ao cargo ou emprego de nível superior identificado ou equivalente à formação do curso que concluísse.

    A Ação Direta de Inconstitucionalidade 351 foi ingressada em junho de 1990, pelo então procurador-geral da República, Aristides Junqueira. A decisão final saiu em 2014, mas só foi publicada na edição desta sexta-feira (16) do Diário Oficial da União (DOU).


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.