quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Na corda bamba: Investidores já temem pelo futuro do governo Temer

Resultado de imagem para Michel temer e Marcelo Calero,
As acusações feitas por Marcelo Calero, ex-ministro da Cultura, contra o presidente Michel Temer deixaram os investidores em pânico. Há o temor de que o sucessor de Dilma Rousseff se enfraqueça de uma tal forma que seu governo se transforme em um zumbi.

Não há dúvidas de que as acusações de Calero são fortes. Ele disse à Polícia Federal que Temer o havia “enquadrado” para atender um pedido do ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, que quer liberar a construção de um prédio em área tombada em Salvador. Geddel comprou um apartamento no edifício.

Na visão dos investidores, Temer se mostrou um presidente fraco ao não se livrar logo de Geddel. Ao optar pelo deixa disso, só alimentou uma crise que tinha tudo para dar mal. Agora, está no centro dela, o que lhe custará muito caro. Temer mostrou uma dependência exagerada de Geddel, cuja ficha corrida assusta todo mundo. Essa ligação perigosa deu margens para todo tipo de especulação.

O mais assustador, ressaltam investidores, é que toda a turbulência provocada pelas denúncias de Calero ocorre em meio ao fechamento das delações premiadas da Odebrecht, que prometem varrer uma penca de políticos do mapa.

O clima de calmaria que todos esperavam com a vitória do governo ao aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o aumento de gastos foi para o espaço. O melhor a ser feito é se preparar para grandes emoções. O Brasil, infelizmente, deixou de ser um país para amadores. Haja coração!

Correio Braziliense - Blog do Vicênte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.