quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Jovem trans é morta após pai pedir sua morte em programa de TV

A jovem trans Raina Aliev, de 25 anos, foi morta e esquartejada na Rússia dias após seu pai, Alimshaikh Aliev, participar de um programa de TV e dizer: "Tragam meu filho aqui e matem ele na minha frente".

Indignado, o pai da jovem, que antes chamava Adam, ainda acrescentou: "Podem matá-lo. Eu não quero vê-lo".

De acordo com o Daily Mail, a morte da jovem muçulmana aconteceu dias após ela se casar com um homem chamado Viktor - apenas um mês depois de ela completar a transição.

A imprensa russa noticiou que Raina havia acionado para a polícia alegando ter recebido ameaças de morte. Segundo o site Russian Dialog, o casamento dela com Viktor deixou a população "chocada". 

Uma vizinha ainda afirmou que o pai da jovem sofreu um AVC ao saber da transição de gênero e do casamento da filha, e que a mãe ficou indigada: "A mãe dele fica dizendo: 'eu não quero vê-lo. Dei à luz um menino, mas pra quê? É uma desgraça para a família'".

O assassinato está sendo investigado.

Notícias Internacionais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.