sexta-feira, 21 de outubro de 2016

CGU: Em 13 anos, quase 90 servidores públicos federais foram expulsos no RN

O Rio Grande do Norte atingiu a marca de quase 90 servidores públicos federais expulsos dentro de um período de 13 anos. O dado consta de levantamento realizado pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU).

O relatório registra que entre 2003 e 2015 foram 88 casos desse tipo de penalidade no estado potiguar. Em 2003 foram expulsões, sete em 2004, cinco em 2005, cinco em 2006, cinco em 2007, cinco em 2008, dois em 2009, 13 em 2010, cinco em 2011, nove em 2012, 13 em 2013, três em 2014, e cinco punições desse tipo em 2015 aplicada em servidores federais.

Em 2016 foi registrado no RN apenas um caso até o mês de setembro. Em todo o estado são 13.862 servidores federais ativos. O levantamento do Governo Federal dá conta ainda de seis mil agentes públicos expulsos por envolvimento em atividades contrárias à Lei nº 8.112/1990 (Regime Jurídico dos Servidores).

O relatório registra que, de 2003 a setembro de 2016, já foram aplicadas 5.043 demissões; 467 cassações de aposentadorias; e 532 destituições de ocupantes de cargos em comissão. Os dados não incluem empregados de estatais, a exemplo da Caixa Econômica, dos Correios, da Petrobras, etc.

O principal fundamento das expulsões foi a comprovação da prática de atos relacionados à corrupção, com 4.013 das penalidades aplicadas ou 65,4% do total. Já o abandono de cargo, a inassiduidade ou a acumulação ilícita de cargos são motivos que vêm em seguida, com 1.395 dos casos. Também figuram entre as razões que mais afastaram servidores proceder de forma desidiosa e participação em gerência ou administração de sociedade privada.

Com informações do site da CGU

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.