segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Astronomia: sondas Viking detectaram vida em Marte em 1976

Resultado de imagem para A busca por vida em Marte é um dos maiores motores das pesquisas astrobiológicas. Mas, para uma dupla de cientistas, nós já devíamos saber a resposta. Eles insistem que, muito provavelmente, as sondas Viking detectaram formas de vida marcianas em 1976. A conclusão é apresentada em um novo artigo, recém-publicado no periódico “Astrobiology”.A busca por vida em Marte é um dos maiores motores das pesquisas astrobiológicas. Mas, para uma dupla de cientistas, nós já devíamos saber a resposta. Eles insistem que, muito provavelmente, as sondas Viking detectaram formas de vida marcianas em 1976. A conclusão é apresentada em um novo artigo, recém-publicado no periódico “Astrobiology”.

Gilbert Levin e Patricia Ann Straat conceberam um dos três experimentos destinados à busca de vida realizados pelas duas Viking em Marte. Chamado Labeled Release (LR), ele consistia em misturar nutrientes com marcadores radioativos a uma amostra de solo e verificar se algo ali os consumia — emitindo gases que entregassem a presença de micróbios. De fato, foi exatamente isso que aconteceu, num padrão similar ao que se viu em amostras de solo da Antártida.

Já os outros testes biológicos da Viking produziram resultados consistentes com reações químicas sem a participação de vida, o que criou um conflito. A prova dos noves era um quarto experimento, capaz de detectar compostos orgânicos em Marte. E ele não encontrou nada. Na época, isso foi tratado como conclusivo: não parecia haver vida no planeta vermelho.

Contudo, em anos recentes, foi descoberto que há grandes quantidades dos chamados percloratos no solo marciano — e essas moléculas são perfeitas para confundir o detector de compostos orgânicos da Viking, que fazia sua análise aquecendo amostras de solo. O aquecimento leva o perclorato a destruir moléculas orgânicas.

De acordo com Levin e Straat, a presença de percloratos também poderia explicar alguns dos resultados do LR, mas não todos eles, deixando, até o momento, apenas a detecção de vida como alternativa viável. A maioria dos cientistas não concorda com eles, mas quase todos admitem que os resultados das Viking são controversos e não permitem, no momento, descartar a existência de micróbios proliferando na superfície de Marte.

Mensageiro Sideral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.