• Últimas Notícias

    terça-feira, 27 de setembro de 2016

    Pega na Mentira: Pesquisa falsa atribuída a Jornal é desmascarada pela imprensa

    Resultado de imagem para pesquisas eleitorais falsasComeçou a circular nas redes sociais e nas ruas do município de São José do Campestre, na região Agreste do Estado uma suposta pesquisa eleitoral atribuída ao Jornal Tribuna do Norte, nessa suposta pesquisa apontava a atual prefeita como favorita a vencer nas eleições do próximo domingo (2). Como a mentira tem as pernas curtas, diz o adágio popular, a pesquisa falsa foi desmascarada pelo próprio jornal TN.

    Em conversa com a direção da Tribuna do Norte sobre uma suposta distribuição de uma suposta pesquisa no município, a TN alegou que jamais fêz tal pesquisa e frisou que apenas faz pesquisa eleitoral na capital do estado (Natal) em parceria com a InterTV Cabugí (emissora afiliada da Rede Globo).

    Meses atras, outros campestrenses foram punidos pela justiça eleitoral por divulgar falsas pesquisas nas redes sociais.

    Só um lembrete
    Divulgar pesquisa fraudulenta constitui crime, punível com detenção de seis meses a um ano e multa de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00. A resolução trata ainda de outras práticas irregulares, estipulando as respectivas sanções.

    2 comentários:

    1. É DESESPERO, DESESPERO, DESESPERO, KKKKKKKKKKKKKKKKKK

      CAMPESTRE, CHEGOU A HORA DE TIRAR ESSA PREFEITA QUE ESTA ACABANDO A CIDADE.
      É DESESPERO, DESESPERO, DESESPERO, KKKKKKKKKKKKKKKKKK

      ResponderExcluir

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.