• Últimas Notícias

    domingo, 24 de julho de 2016

    Bahia: Suposto atentado terrorista gera pânico durante avaliação na Unijorge

    Suposto atentado terrorista gera pânico durante avaliação na UnijorgeUm suposto atentado terrorista durante a realização da primeira fase do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA), no Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), gerou pânico e um grande tumulto no local, no início da tarde deste domingo (24). De acordo com informações preliminares, um homem teria invadido a instituição com explosivos e ameaçado os estudantes. A suspeita é de que ele tenha participado do exame inúmeras vezes, porém, nunca conseguiu ser aprovado.
    A Central de Polícias (Centel) informou que, recebeu várias ligações por volta das 12h40. Todos os estudantes deixaram as salas. Assustados, foram para o estacionamento da unidade de ensino. Ainda segundo a Centel, o suposto terrorista está em uma sala 711, no 7º andar, do prédio I — onde funciona o curso de Direito da instituição. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirmou que o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) negocia a rendição do homem.
    Pelas redes sociais, os relatos de pessoas que estavam no local não param de surgir. "Parece que ele atirou em alguém. Só que eu não ví se realmente aconteceu. A minha colega ficou de frente com ele. Ele sem a blusa e com as dinamites amarradas nele", diz uma estudante. "O cara tava na sala 711, com duas malas daquelas de viagem. Ele disse que já tava fazendo a prova da OAB em 11 anos, e não passou. Ele colocou a mala e disse que o pessoal tinha 11 segundos para evacuar, se não ele ia explodir tudo", informou outro.
    Outro estudante que não se identificou relata que o homem entrou na sala e disse que "todos iriam morrer". "O cara apagou a luz e mandou todo mundo pro chão. Ele rasgou a camisa, com bombas amarradas no corpo. Disse que todo mundo ia morrer. Foi quando tudo começou. Tá um caos total aqui", disse. "Teve gente que desmaiou, gente que foi pisoteada", acrescentou mais um candidato.
    Equipes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) permanecem na universidade. As provas foram suspensas. Em um comunicado, a assessoria da Unijorge afirmou que a PM está "no comando da situação, restrita à sala 711, no 7º andar", do prédio I. "Até o momento não há reféns, vítimas ou feridos", informou. Ainda segundo a instituição, o prédio já foi evacuado.
    Metro 1

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.