Ultimas Noticias

domingo, 31 de julho de 2016

Governo confirma 54 ataques em 20 cidades; 51 suspeitos foram presos.

Um dos ônibus atacados foi incendiado na cidade de São José do Campestre (Foto: Jackson Félix/O Paralelo)
Ônibus queimado em São José do Campestre (Foto por O Paralelo) 
Pelo menos 54 ataques criminosos foram registrados em 20 cidades do Rio Grande do Norte nos últimos dois dias. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (Sesed). O primeiro ataque aconteceu por volta das 14h de sexta-feira (29) quando um micro-ônibus foi incendiado em Macaíba, na Grande Natal. Até às 16h deste domingo (31), 51 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nos ataques.

A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

De sexta-feira até a manhã deste domingo foram registrados ataques nas cidades de Natal, Parnamirim, Macaíba, Monte Alegre, São José de Mipibu, Caicó, Currais Novos, Caiçara do Norte, Santa Cruz, Mossoró, Jardim de Piranhas, São Gonçalo do Amarante, Florânia, São Paulo do Potengi, Touros, Tangará, Assu, Maxaranguape, Goianinha e São José do Campestre.

Além dos ataques já confirmados, uma pessoa ficou ferida na tarde deste domingo após uma explosão em um carro estacionado dentro do supermercado Nordestão da Av. Tomaz Landim, na Zona Norte de Natal. Até às 15h45, a PM ainda não havia confirmado se o fato tinha alguma relação com os ataques criminosos.

Portal G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.