Ultimas Noticias

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Entrando na caixa preta do BNDES

Investigadores do Ministério Público Federal e técnicos do Tribunal de Contas da União estão analisando há meses documentos do BNDES numa nova frente de apuração sobre as operações do banco estatal. O procedimento, em fase inicial, corre sob sigilo. A ideia, nas palavras de um procurador, é “fechar todo o circuito” e entender as consequências de decisões políticas para o BNDES. São analisados dezenas de contratos.  O banco, agora sob o comando de Maria Silvia Bastos, tem facilitado o acesso ao material, segundo investigadores. 

A operação “lava jato” aumentou em 50% o volume de empresas que procuram o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, nos últimos três anos, para fazer acordos de leniência. Segundo o superintendente-geral do Cade, Eduardo Frade Rodrigues, os valores arrecadados subiram de R$ 30 milhões em 2011 para R$ 520 milhões em 2015. Somente na “lava jato” são investigados cartéis que teriam atuado na Eletronuclear, na Valec, na usina hidrelétrica de Belo Monte, nos estádios da Copa do Mundo e na Petrobras. Ele considera que a “multa tem que ser suficiente para que as empresas e os indivíduos sintam-se severamente punidos”. 

Blog do Magno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.