• Últimas Notícias

    sábado, 18 de junho de 2016

    PF lança aplicativo para consulta de fugitivos

    A Polícia Federal lançou, nesta sexta-feira (17), o aplicativo para celular CheckPol, que permite a qualquer pessoa consultar a base de procurados internacionais da Interpol - organização internacional feita em cooperação com várias polícias do mundo. O aplicativo, que é o único do gênero no mundo, permite a consulta do nome, da foto e de detalhes do crime cometido.

    As consultas ao aplicativo podem ser feitas através de qualquer telefone celular ou tablet, em qualquer lugar do mundo. A PF espera que essa novidade seja mais uma ferramenta na localização dos fugitivos.

    O CheckPol já está disponível na loja virtual google play e em breve também poderá ser baixado na apple store em português, inglês, francês e espanhol.

    Denuncia sigilosa
    Para comunicar a PF sobre a localização do foragido, o usuário pode utilizar o próprio aplicativo. O sigilo da comunicação é garantido. Podem também ser utilizados o endereço de email procurados@dpf.gov.br e o whatsapp 61 99262-8532.

    Segundo o Diretor-Executivo da PF, Rogério Galloro, “a participação da sociedade na busca por criminosos internacionais é fundamental e ajuda a Polícia Federal na localização e prisão dessas pessoas. O CheckPol é mais uma ferramenta que contribui na busca de um mundo mais seguro.”


    Com informações da Polícia Federal

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.