Ultimas Noticias

quarta-feira, 8 de junho de 2016

'Japonês da Federal' é preso pela PF por facilitar contrabando

O agente Newton Ishii, conhecido por escoltar investigados da Operação Lava Jato, foi preso pela Polícia Federal nesta terça-feira (7), condenado por facilitação de contrabando a quatro anos e dois meses de prisão em regime semi-aberto.

Para ter direito ao regime –que impõe o recolhimento apenas à noite ou então ou uso da tornozeleira eletrônica–, Ishii obrigatoriamente tem que ser recolhido. Por isso está detido na Superintendência da PF do Paraná, a mesma que abriga detidos da Lava Jato.

Segundo a Folha apurou, o modo como ele cumprirá o semi-aberto não foi determinado até o momento. A pena dele pode ser reduzida a oito meses, ou seja, a um sexto do total, já que o agente é réu primário. Desse modo, ele cumpriria oito meses de prisão. Como Ishii já ficou quatro meses detido anteriormente, restariam mais quatro meses de detenção.

O mandado de prisão foi expedido pela Vara de Execução Penal Justiça Federal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Em 2003, quando estava lotado na cidade –e onde cometeu o crime, ao facilitar a entrada de mercadoria contrabandeada do Paraguai–, ele já havia sido preso pelo mesmo caso.

O processo contra Ishii tramitava no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e transitou em julgado, ou seja, ele não tem mais possibilidade de recorrer da decisão. Em março, o tribunal decidiu renovar a prisão do agente, remetendo os autos para Foz.

O agente é chefe do Núcleo de Operações da Superintendência da PF do Paraná e responde pela logística e escolta de presos para locais como IML, penitenciárias e audiências na Justiça. Por aparecer com frequência ao lado dos presos da Lava Jato, se notabilizou como um dos "símbolos" da operação.


Com a condenação, porém, ele deve ser afastado da Lava Jato e pode ser demitido da PF.

Por Folha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.